Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 35º Feira de Santana
22 de novembro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Mundo do trabalho

Segurança do trabalho: a importância do uso de EPI

05/12/2016 12h26
EPIs são os equipamentos de proteção individual fornecidos pelas empresas para seus funcionários.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Segurança do trabalho: a importância do uso de EPI
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

O Brasil ocupa a quarta colocação no ranking de acidentes de trabalho no mundo, de acordo com estudo lançado pela Amantra1. Nesse sentido, a segurança no ambiente de trabalho deve ser cuidadosa e tratada com seriedade por empresas e funcionários, para garantir a melhor qualidade de vida possível.

Por isso, é fundamental a utilização de EPI, que são os equipamentos de proteção individual fornecidos pelas empresas para seus funcionários.

O primeiro passo para implementar uma política de segurança relevante é elaborar um estudo dos riscos ocupacionais possíveis, o que facilita a identificação de perigos dentro da planta e na utilização de equipamentos para cada função, com a intenção de reduzir ou neutralizar esses riscos.

Quem precisa usar esses equipamentos?

Empregados que trabalham em ambientes de risco têm direito à proteção gratuita contra possíveis acidentes. Assim, cada profissão tem um kit adequado, mas, de forma geral, os mais utilizados são capacete, óculos, protetor auricular, botas e luvas.

Quem é responsável pelo EPI?

De acordo com a Norma Regulamentadora NR 6, a empresa é obrigada por lei a fornecer o EPI adequado e em ótimas condições de conservação e uso aos seus funcionários. A empresa também é responsável pela manutenção e substituição de equipamentos que estiverem sem condições seguras de uso.

É função dos supervisores da empresa orientar seus funcionários quanto à utilização adequada, além de garantir que todos eles utilizem durante o horário de trabalho.

Quem fiscaliza?

Todo equipamento de proteção individual, de fabricação nacional ou não, só pode ser comercializado com o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho e Emprego, que garante que o produto foi testado e aprovado para uso e serve como garantia de que o material está de acordo com as normas. É também o Ministério que fiscaliza se as empresas estão seguindo as normas de segurança corretas.

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Polícia Militar terá acesso a videomonitoramento da prefeitura em tempo real

mais podcast ›

Videos

Homem agride idoso durante briga de trânsito no bairro Tomba