Feira de Santana

Tribunal de Justiça suspende liminar que tornava orçamento publicado pela Câmara sem efeito

O parecer do Tribunal de Justiça foi favorável à Câmara de Vereadores.

31/01/2022 13h49, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia suspendeu na sexta-feira (28), a liminar que foi concedida à prefeitura de Feira de Santana, para que a Câmara Municipal de Vereadores tornasse sem efeito a Lei de Diretrizes Orçamentárias, (LDO), que  teria sido publicada fora do prazo.

O parecer do Tribunal de Justiça foi favorável à Câmara de Vereadores. Segundo o TJ, a Câmara está correta em relação à promulgação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A sessão de votação do orçamento que estava prevista para ocorrer amanhã (1º), poderá ocorrer, porém sem a votação.

 

Leia também:

Presidente da Câmara Municipal convoca vereadores para votação da LOA

Câmara Municipal torna sem efeito LDO publicada fora do prazo e orçamento será votado com base na LDO publicada em agosto pelo prefeito

'A prefeitura criou terrorismo sobre orçamento', diz presidente da Câmara, Fernando Torres

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade