Política

STF arquiva ações contra governo após anúncio da vacinação em crianças

Ações foram apresentadas pelos partidos PT e Cidadania, que pediam ao Supremo que obrigasse o governo a iniciar a vacinação para esse público

07/01/2022 06h25, Por Laiane Cruz

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou nesta quinta-feira (6) duas ações, apresentadas pelos partidos PT e Cidadania, que pediam ao Supremo que obrigasse o governo a iniciar a vacinação contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos.

Relator do caso, Lewandowski considerou o assunto encerrado após o governo incluir a faixa etária na campanha de vacinação contra a covid, estabelecendo a ordem da imunização entre os grupos e idades. O anúncio ocorreu no limite de prazo dado por Lewandowski, em 20 de dezembro.

“Diante da manifestação da União (documentos eletrônicos 506/514), declaro a perda superveniente de objeto dos pedidos de tutela provisória de urgência”, escreveu o ministro.

A Advocacia-geral da União (AGU), que era questionada pelas legendas, defendeu perante o STF as medidas do governo para vacinar as crianças. O órgão afirmou que “foram tomadas todas as providências cabíveis para uma decisão segura e responsável” sobre a imunização do público infantil.


Fonte: Bahia.Ba

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade