Saúde

Nutricionista lista quatro motivos para você não seguir dietas da moda

As “dietas da moda” frequentemente prometem resultados rápidos e milagrosos, mas muitas vezes são extremas e restritivas.

05/07/2024 às 14h23, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

dieta
Foto: Freepik

Regimes alimentares “milagrosos” ou dietas da moda que prometem emagrecimento rápido se tornaram populares, mas a nutricionista Cris Ribas Esperança alerta que, embora possam proporcionar uma perda de peso inicial, muitas dessas dietas são desequilibradas e prejudiciais à saúde. Ela destaca a importância de entender que não existe uma dieta universalmente ideal, pois as necessidades nutricionais variam de acordo com o organismo, faixa etária e objetivos de cada pessoa.

📲 NOTÍCIAS: siga o canal do Acorda Cidade no WhatsApp

Cris Ribas Esperança | Foto: Divulgação
Cris Ribas Esperança | Foto: Divulgação

“Além disso, as ‘dietas da moda’ são muitas vezes extremas e restritivas, podendo levar a deficiências nutricionais e a efeitos colaterais negativos, como fadiga, tontura, constipação, alterações de humor e desequilíbrios hormonais”, ressalta Esperança. A profissional explica que a restrição alimentar pode desencadear comportamentos compulsivos, afetando negativamente a qualidade de vida e o bem-estar psicológico dos indivíduos. “O recomendado é que a mudança na alimentação seja gradual e acompanhada por um nutricionista. O mais importante é saber comer, e não parar de comer”, enfatiza.

alimentação saúdavel
Foto: Gpointstudio/Freepik

Quatro Motivos para Evitar Dietas da Moda

  1. Consumo de Suplementos Desnecessários ou Prejudiciais:

Algumas dietas da moda envolvem o uso de suplementos alimentares que podem ser desnecessários ou até prejudiciais se utilizados inadequadamente. “Além de muitas outras informações erradas que não passam de achismos”, alerta Esperança.

  1. Efeito Sanfona:

O efeito sanfona ocorre quando o indivíduo perde peso rapidamente com uma dieta extrema, mas recupera todo o peso perdido, e muitas vezes mais, ao retornar à alimentação normal. Essa condição é comum em dietas restritivas.

  1. Malefícios à Saúde Mental:

Dietas da moda podem criar uma relação pouco saudável com a comida e o próprio corpo, levando a transtornos como anorexia e bulimia. “Elas podem ter efeitos negativos na saúde mental”, aponta Cris Ribas Esperança.

  1. Problemas no Organismo:

Regimes como a dieta do limão ou a dieta da sopa envolvem ingestão muito baixa de calorias e nutrientes, resultando em desidratação, tonturas, fraqueza muscular, entre outros sintomas. Além disso, o uso de chás de maneira nociva e em doses excessivas pode ser agressivo ao organismo, causando sérios problemas de saúde. Essas dietas são perigosas e não sustentáveis a longo prazo.

A Importância de Hábitos Alimentares Sustentáveis

Cris Ribas Esperança reitera que uma alimentação saudável deve ser um estilo de vida, e não uma dieta temporária. Ela sugere uma dieta equilibrada que abranja uma variedade de alimentos como frutas, legumes, cereais integrais, proteínas magras e gorduras saudáveis, adaptada às necessidades individuais. “É importante ter hábitos alimentares saudáveis e sustentáveis, que possam ser mantidos a longo prazo, sem colocar em risco a saúde”, destaca a nutricionista.

Antes de aderir a qualquer dieta, é essencial buscar orientação profissional e entender o que funciona para o seu corpo. “Um estilo de vida saudável precisa ser sustentável”, conclui Cris Ribas Esperança. Portanto, cautela com as restrições e sempre priorize uma abordagem equilibrada e consciente para a alimentação.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade