Feira de Santana

Projeto do Fundef é adiado na Câmara Municipal por falta de parecer da Comissão de Finanças

Segundo Laizza Carvalho, que faz parte da direção da APLB Feira de Santana, o projeto está há um ano na Câmara de Vereadores.

04/05/2022 12h17, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Gabriel Gonçalves

Em uma luta antiga, a categoria dos professores municipais ainda seguem tentando receber o dinheiro equivalente à 60% do Fundef, no qual a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, não fez o pagamento.

Em entrevista ao Acorda Cidade, Laizza Carvalho, que faz parte da direção da APLB Feira de Santana, informou que mais uma vez, o projeto foi adiado na Câmara Municipal, e convocou toda a categoria para estar presente na Casa da Cidadania nesta quinta-feira (5).

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

"A gente tem o direito desde a Lei Federal que foi aprovada e promulgada. Estamos aguardando que a prefeitura nos pague, pois temos direito à 60% e com relação ao adiamento aqui da Câmara, é uma tramitação da própria Casa, e convocamos mais uma vez, a categoria para que possa estar aqui presente amanhã a partir das 8h30, para que sim, possamos ter esta aprovação, já que solicitaram um prazo de 24h, para passar ainda pela Comissão de Finanças. Disseram que não tinham conhecimento, mas este projeto já está aqui na Casa há quase um ano e não ter conhecimento, é um pouco difícil, não? Mas eles nos deram este prazo de 24h", disse.

Ainda de acordo com Laizza, outras cidades da região já efetuaram este pagamento para a categoria.

"A gente tem a garantia por Lei Federal, a gente tem direito a esses 60%, inclusive várias cidades circunvizinhas já começaram a pagar o precatório do Fundef. A gente não entende porque Feira de Santana tem essa resistência do prefeito Colbert Martins fazer o pagamento de um dinheiro que é carimbado, que é uma verba carimbada do Fundef, que é direito do professor esses 60%. A gente não entende isso, visto que os 40% que é dele, e ele já começou a gastar", concluiu.

 

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

 

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade