Política

Lula classifica de insanidade proposta que equipara aborto a homicídio

Para presidente, assunto precisa ser tratado como questão de saúde.

15/06/2024 às 14h11, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Presidente Lula
Foto: Ricardo Stuckert/ PR

Agência Brasil- No Continente Europeu desde quinta-feira (13), onde participou como convidado da Cúpula do G7, que reúne os países mais ricos do mundo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou o Projeto de Lei 1.904/24, que propõe tornar homicídio aborto realizado acima de 22 semanas de gestação, em qualquer situação, inclusive em caso de estupro.

“Eu, Luiz Inácio, sou contra o aborto. Mas, como o aborto é uma realidade, precisamos tratar como uma questão de saúde pública. Eu acho que é insanidade alguém querer punir uma mulher em uma pena maior do que o criminoso que fez o estupro”, declarou em uma entrevista coletiva concedida a jornalistas em Puglia, na Itália.

O presidente afirmou que não acompanhou ativamente o debate sobre o projeto de lei no Brasil, mas que tomará ciência assim que retornar neste sábado (15). “Eu tenho certeza de que o que está previsto na lei já garante que a gente aja de forma civilizada para tratar com rigor o estuprador e para tratar com respeito a vítima” reforçou.

O tema também foi tratado pelos líderes das maiores economias na Itália. À frente da presidência do G7, a primeira-ministra Giorgia Meloni liderou uma mudança na declaração final de 2024, que removeu um trecho presente no documento do ano anterior anterior, que tratava do acesso e cuidados para o aborto legal seguro.

Desoneração


Na entrevista coletiva, Lula comentou ainda o impasse em relação à desoneração da folha de 17 setores, que têm pressionado o governo pela desvinculação dos gastos com a saúde e a educação, para manter a proposta. O presidente afirmou que o setor é que deverá apontar uma solução para que as contas fechem dentro do prazo estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para que a liminar concedida pelo ministro Cristiano Zanin, que barrou a medida, não prevaleça.

“A gente não vai fazer ajuste em cima dos pobres, porque os que ficam criticando o déficit fiscal, os que ficam criticando os gastos do governo são os mesmos que foram para o Senado aprovar a desoneração de 17 grupos empresariais e que ficaram de fazer uma compensação para suprir o dinheiro da desoneração e não quiseram fazer”, afirmou.

O presidente afirmou que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, tem avançado na política econômica brasileira. “Nós já fizemos a regulação do marco fiscal, nos já aprovamos a reforma tributária, nós estamos demonstrando a nossa seriedade de garantir estabilidade jurídica, estabilidade política, estabilidade fiscal, estabilidade econômica e estabilidade social, isso está garantido.”

Lula disse que o ministro jamais ficará enfraquecido. Segundo o presidente, todo corte que Haddad julgar necessário será feito. “Nós vamos chegar à sexta economia do mundo. Chegamos em 2011, depois caímos para 12ª e eu já trouxe de volta para a oitava posição. Até o final do meu mandato, vamos voltar à sexta.”, afirmou.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Lula “gosta” tanto e se “importa” com as mulheres que a pouco tempo disse que quem quiser bater em mulher, vá bater em outro lugar e não dentro de casa. Ah quanta hipocrisia!

Mais Notícias

Colbert Martins

Política

"Não há desistência, há soma", diz prefeito de Feira de Santana após retirada de pré-candidatura de Pablo Roberto

Sobre seu próprio futuro político, Colbert relatou que, ao fim do seu mandato, planeja retornar à universidade, onde é professor....

18/07/2024 às 13h09

"Vamos continuar conversando", afirma José Ronaldo após desistência de Pablo Roberto

Feira de Santana

"Vamos continuar conversando", afirma José Ronaldo após desistência de Pablo Roberto

O ex-prefeito da cidade de Feira de Santana participou na manhã desta quinta-feira, de uma missa, para celebrar a data...

18/07/2024 às 08h39

pabloroberto_pj_acordacidade

Feira de Santana

Pablo confirma retirada de pré-candidatura a prefeito de Feira de Santana e fala sobre polarização política

Em seu pronunciamento, o deputado estadual Pablo Roberto destacou os motivos que o levaram a tomar essa decisão.

17/07/2024 às 22h50

Presidente do PSDB-BA suspende convenção que lançaria Pablo Roberto pré-candidato em Feira de Santana

Política

Presidente do PSDB-BA suspende convenção que lançaria Pablo Roberto pré-candidato em Feira de Santana

O presidente do PSDB estadual expõe que a convenção não poderá ocorrer devido a “compromissos já previamente agendados”.

17/07/2024 às 16h34

reabertura câmara_paulo josé_acorda cidade

Feira de Santana

Câmara Municipal: vereador diz que vai pedir ao MP cancelamento das sessões realizadas

Em resposta, a presidente da Casa, vereadora Eremita Mota, disse que o vereador não respeitou o momento de reabertura do...

17/07/2024 às 12h46

Deputado Pablo Roberto - Foto - Divulgação

Feira de Santana

Presidente do PSDB diz que Pablo Roberto deve decidir sobre candidatura até sábado (20)

O presidente do PSDB completou informando ao Acorda Cidade que ainda irá se reunir com Pablo Roberto entre esta...

17/07/2024 às 10h51

image

Rádio acorda cidade