Feira de Santana

Polícia Civil investiga participação de grupo criminoso em tortura e assassinato de irmãs

As vítimas estavam na cidade curtindo os festejos juninos.

26/06/2023 às 18h51, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

Vítimas
Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Feira de Santana, através da Delegacia de Homicídios (DH) segue investigando a motivação do crime que vitimou as irmãs Debora Souza Barbosa Cosme, 15 anos, e Nataly Barbosa Cosme, 18 anos, ambas naturais de Salvador, assassinadas na tarde do último sábado (24) no Residencial Parque da Cidade.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado Rodolfo Faro informou que o suspeito que já foi preso em flagrante não agiu sozinho, e a polícia segue na procura dos outros envolvidos.

“A polícia trabalha agora a partir da prisão do suspeito, um dos envolvidos que foi flagranteado no dia do crime, com o objetivo de localizar as demais pessoas envolvidas para representar pela prisão das mesmas. Ele não agiu sozinho, existe a participação de outras pessoas, tanto nas torturas realizadas nas jovens, como no assassinato de ambas”, afirmou.

Segundo o delegado, as jovens estavam passando os festejos juninos na cidade na casa de um familiar.

“Elas vieram passar os festejos juninos na cidade de Feira de Santana na casa de um familiar, e a presença das mesmas na localidade, levantou a curiosidade deste grupo criminoso, supostamente apontado como envolvido no crime, e a partir deste interrogatório que teria sido realizado e pela localidade que ambas residiam lá na cidade de Salvador, fez estes indivíduos crerem que estas jovens poderiam estar envolvidas com a facção rival e isso teria sido determinante para a motivação da morte das mesmas”, destacou.

Ainda de acordo com o titular da DH, os aparelhos celulares das vítima foram manuseados pelos autores dos crimes.

“Segundo informações, os celulares das jovens foram manuseados e pode ter sido encontrada alguma foto, alguma mensagem que fez acreditarem que elas poderiam estar envolvidas também com o tráfico e com outra facção. Até o momento não existe nenhuma confirmação neste sentido, são apenas indagações que a polícia está realizado a partir das informações que estão chegando. O suspeito está custodiado em flagrante, mas negou o envolvimento no crime”, concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Leia também:

Identificadas as irmãs que foram executadas em Feira de Santana

Duas mulheres são assassinadas em Feira de Santana

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. a culpa é de todos os governos que passaram no poder, porque politico só fazem leis pra se beneficiar, nada beneficio do cidadão que paga imposto, aprimora leis de transito, mais leis penais duras não tem, a policia faz aparte dela só que como foi dito na cidade de feira esta sendo usada pra outros fins como blitz que nunca recupera um bem de nenhum cidadão, agora coma nova lei a SMT pode fiscalizar fazer blitz ,vamos ver se a policia deixa de fazer esse papel e foca na criminalidade, o que penso é que você melhora aquilo que você usa e nossos políticos não usam hospital publico, transporte publico ,escola publica pra seus filhos e segurança publica pois andam de carro blindados e segurança particular nos que pagamos impostos pra ter vamos fica na ilusão de um dia melhorar

  2. As coitadas foram mortas sem ter envolvimento algum. Eram apenas 2 mulheres de Salvador passando São João em Feira de Santana. Daqui a pouco ninguém de Salvador vai querer passar São João aqui em Feira.

  3. Falta de segurança pulblica.pra evitar.crimes cada dia mais recorrente.só sabe reprimir não recupera.ninguém.só chega depois que o crime acontece.não tem moral pra fazer um trabalho de prevênção.a igreja podia até fazer esse trabalho mas o governo que vçs botaram no poder por ele a igreja não existia.

    1. Se igreja resolvesse algo há milhares de anos teríamos evoluído, mas não passa de dogmas hipocritas. Além do mais nada a ver atual governo com isto, mas o senhor precisa evoluir, estudar mais o que de fato ser humano mehore. Não estorinhas para boi dormir..

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade