Feira de Santana

Expofeira volta a ser realizada em Feira de Santana após ficar suspensa por 4 anos

A 45ª edição será realizada entre os dias 1º e 8 de setembro.

13/03/2024 às 07h46, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

Parque de Exposições
Foto: Divulgação

A 45ª edição da Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira) já tem data definida. O evento está previsto para ser realizado entre os dias 1º e 8 de setembro, conforme o secretário de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural, Alexandre Monteiro, informou à reportagem do Acorda Cidade, na terça-feira (12). Já a Expo Portal, uma prévia da Expofeira, será realizada dos dias 5 a 9 de junho e ofertará serviços da agricultura familiar, artesanato, gastronomia e expositores rural, além da exposição do cavalo de raça campolina machador.

A Expofeira não é realizada desde o ano de 2020, quando foi decretada a suspensão de eventos no município por causa da pandemia da covid-19. O evento seria retomado em 2023, mas foi cancelado devido à queda no repasse do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Em entrevista ao Acorda Cidade, o secretário informou que a Expofeira tem o objetivo de fortalecer o agronegócio, pecuária e a agricultura.

Secretário de Agricultura
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Nós realizaremos neste ano, de 1º a 8 de setembro, a nossa 45ª Expofeira. Essa é uma feira que tem o objetivo de fortalecer o agronegócio, a pecuária, a agricultura e a criação de cavalos. Iniciamos o processo de reforma do parque João Martins da Silva para receber esse grande evento. Será uma feira completamente diferente, uma feira que vai ter um foco na inovação. Nós já estamos tratando disso com os sindicatos, com os núcleos, com toda a organização do evento para fazer uma feira que tenha o objetivo de trabalhar as novas tecnologias na área da agricultura, na área da pecuária, na área também da criação de cavalos. E teremos uma Expofeira diferente, uma Expofeira muito maior, mais abrangente e o objetivo é fortalecer o agronegócio local”, informou.

Questionado sobre apresentações musicais, Alexandre Monteiro informou que não serão realizados shows, sobretudo para não provocar estresses aos animais.

Parque de Exposições
Foto: Divulgação

“Nós não teremos aqueles shows. Isso era uma reclamação por parte dos expositores e criadores porque isso atrapalha e estressa os animais durante o período da feira. Teremos, sim, em uma praça de alimentação criada com esse objetivo, pequenas apresentações de artistas locais e de coisas ligadas ao campo mais interessantes para a família, para aquelas pessoas que buscam um lazer diferente no Parque de Exposições João Martins da Silva”, declarou.

Segundo o secretário, ainda não há informações sobre o investimento que será aplicado na Expofeira deste ano, principalmente pelo fato de que o local está passando por reformas.

“Nós não temos ainda uma definição, porque o parque passará por uma grande reforma. Nós estamos finalizando esse orçamento, mas teremos, sim, uma grande Expofeira, talvez a maior dos últimos anos. Estamos fazendo uma reforma completa, inclusive o muro da frente do empreendimento já está em fase de conclusão. Nesses próximos 30 dias nós devemos já estar entregando todos os pavilhões que serão reformados, a troca dos telhados, um novo embarcador, uma nova disposição da parte interna do parque, principalmente por conta daquela frente que agora já vai abrigar a escola do Senar. Então vai ocupar em torno de 100 mil metros do parque. Nós tivemos que adaptar a estrutura interna do parque para que a Expofeira e as outras feiras e outros eventos pudessem ser realizados com tranquilidade no parque”, disse ao Acorda Cidade.

Parque de Exposições
Foto: Divulgação
Parque de Exposições
Foto: Divulgação

Ainda de acordo com Alexandre Monteiro, a divulgação da data faltando menos de seis meses, tem como objetivo montar uma programação para que não contenha falhas.

“O objetivo é realmente fortalecer e fazer uma grande feira. Eu acho que toda organização precisa ser feita com antecedência para que nós não tenhamos falhas. O objetivo é fazer uma feira diferente, mais organizada, e que consigamos fazer muitos negócios”, concluiu.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Leia também:

Expofeira, que seria realizada em setembro, é adiada; medida foi tomada em meio à queda no repasse do ICMS

44ª Expofeira encerra com boa movimentação de público e negócios

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Enquanto a Cidade vive um momento caótico por causa das chuvas itensas que ocorreram nos últimos dias, o executivo municipal só pensa em micareta e agora expofeira. Vão cuidar da população, esgoto pluvial e tapar os buracos das ruas.

  2. A propósito, onde foi parar o processo de doação de área do parque para um tal Senar implantar cursos técnicos? Desistiram? Não era viável devido à falta de infraestrutura de transporte para levar filhos de pequenos agricultores que morar, por exemplo, na longínqua Jaguara? A Câmara não deixou?

  3. Que notícia boa! Uma das voisas que mais sinto falta é esse evento! Tenho muito boas memórias! Concordo em não ter shows. Ofusca o foco desse grandioso evento. Parabéns 👏🏻👏🏻👏🏻

    1. ESSE É O PREFEITO DO POVO DE FEIRA QUE NÃO GOSTA DE EXPOFEIRA E PRFERIU MANTER ENCERRADO AS ATRAÇÕES DA EXPOFEIRA DURANTE ESSES ANOS TODOS MAIS COMO ESTÁ SE APROXIMANDO A ELEIÇÕES É NECESSÁRIO A REABERTURA A MESMA COISA TEMOS QUE DIZER DO PARQUE DA CIDADE NO FEIRA VII QUE FECHOU DURANTE A PANDEMIA E DE LA PRA CA NUNCA ABRIU DESDE DO DIA CONTINUA FECHADO

  4. Ainda bem que não vai ter shows, a galera do fuzuê que não vai gostar , que só vão pra lá pra bagunças e brigar…. Ainda bem que não vai ter shows …. Poderemos levar a família de boa e as crianças .

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade