Covid-19

‘As crianças viraram potenciais transmissores para a doença dentro de casa’, alerta prefeito sobre lotação em UTI’s pediátricas

Segundo o prefeito Colbert Martins, a Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), será retomada no município, afim de evitar que grandes aglomerações aconteçam.

24/01/2022 10h00, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Gabriel Gonçalves

Após os festejos de final de ano, o município de Feira de Santana vem registrando altos números de casos positivos para a Covid-19. Somente entre sexta-feira (21) e ontem (23), 578 novos casos foram confirmados.

Em entrevista ao Programa Acorda Cidade na manhã desta segunda-feira (24), o prefeito Colbert Martins, destacou que números como estes foram registrados no mês de junho do ano passado e enfatizou o aumento de internações pediátricas no município.

"Os números estão subindo constantemente, exatamente depois das festas do final de ano, onde estamos tendo aí agora um aumento expressivo e só no dia de ontem, foram mais de 300 casos confirmados. Isso só aconteceu em junho do ano passado, quando a gente não tinha vacinado quase ninguém e hoje apesar da vacina, a Ômicron chegou forte, muito transmissível e está contagiando as pessoas de forma muito rápida, tanto que agora está gerando uma contaminação familiar. Hoje as UTI's mais lotadas, são as pediátricas. Já começamos a vacinar as crianças, porque elas viraram potenciais transmissores de doença dentro de casa. O que estamos identificando quase na sua totalidade, é que os exames que estamos realizando detectam a Covid-19 nestas crianças. Já os casos que não estão relacionados com a doença, estamos atribuindo à Influenza H3N2, então realmente, o número de predomina de crianças internadas hoje, são pacientes com Covid-19", alertou.

De acordo com o prefeito, embora o número de casos ativos estejam aumentando na cidade, o quantitativo de pessoas internadas continua seguindo uma linha constante.

"A internação por Covid-19 está relativamente baixa, assim como o número de pessoas internadas por H3N2. De qualquer forma, existem os leitos do Hospital Geral Clériston Andrade, o Hospital Dom Pedro de Alcântara, e os números dos leitos clínicos nas redes particulares, também seguem de forma estável. O que existe nesse momento, é a grande quantidade de pessoas buscando o atendimento nas emergências e nos ambulatórios", explicou.

Fiscalizações

Segundo o prefeito Colbert Martins, a Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), será retomada no município, a fim de evitar que grandes aglomerações aconteçam.

"Inicialmente, quem está fazendo a própria fiscalização são os proprietários destes bares, destes restaurantes, pois eles querem que os negócios continuem funcionando, que as pessoas não se contaminem e em razão disso, deixem de frequentar aquele local. Ficamos sabendo de uma festa clandestina que estava acontecendo no Povoado do Alecrim Miúdo, nós iremos em busca de quem promoveu isso e ontem, por exemplo, existia uma grande quantidade de pessoas no Porto da Barra, sendo que nem era Carnaval. Essa transmissão está acontecendo de forma muito rápida, portanto, estaremos ativando a nossa FPI, porque não podemos permitir que os números continuem aumentando, porque isso pode impactar na saúde pública, como aconteceu no Hospital Aristides Maltez em Salvador, que suspendeu o atendimento de novos pacientes por conta do surto que está tendo lá de Covid-19", disse.
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade