Acorda Cidade - Dilton Coutinho

16 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 02/10/2020 11h16.

Sindicato dos Servidores Penitenciários exige retratação pública de diretor do Conjunto Penal de Feira de Santana

Reivou Pimentel declarou que a categoria deu o prazo até o próximo dia (8), para que o diretor faça a retratação e caso ela não seja feita, os policiais penais vão paralisar as atividades no dia (9).
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Sindicato dos Servidores Penitenciários exige retratação pública de diretor do Conjunto Penal de Feira de Santana
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade (Arquivo)

Rachel Pinto

O Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinpesb), realizou uma assembleia geral extraordinária na manhã de ontem (1º) no Conjunto Penal de Feira de Santana e, segundo o presidente da entidade, o policial penal, Reivon Pimentel, a reunião discutiu questões de segurança da unidade penal e também houve como deliberação que o capitão Allan Araújo diretor do presídio, faça uma retratação pública, sobre o fato que aconteceu no dia (24),quando os servidores foram impedidos de sair da unidade.

O sindicato considerou a situação como uma atitude arbitrária, que configurou-se como abuso de autoridade.

Reivou Pimentel declarou que a categoria deu o prazo até o próximo dia (8), para que o diretor faça a retratação e caso ela não seja feita, os policiais penais vão paralisar as atividades no dia (9).

“Os policiais penais exigem uma retratação pública da parte do diretor da unidade. Caso não seja efetivada, inicialmente vamos paralisar as atividades por 24h. Paralelamente a esta paralisação os policiais penais também irão entregar as horas extras, ou seja , deixarão de realizar o serviço extraordinário. Aí é bom que a sociedade feirense saiba que a unidade de Feira de Santana, se está funcionando hoje é porque além de dar o seu plantão de 24h, os policiais penais, no dia seguinte têm que ficar mais 12 horas na unidade. Se sacrificando para que a segurança da unidade seja mantida e para que os presos sejam assistidos em suas necessidades básicas”, afirmou.

O presidente do sindicato relatou ainda que será apresentado um relatório detalhado sobre a situação de insegurança do presídio de Feira de Santana, que de acordo com ele, é a maior unidade prisional do estado e uma das mais inseguras do Brasil.

“Nós vamos apresentar esse relatório denúncia ao governo do estado, ao Ministério Público (MP), a Defensoria Pública, a todos os órgãos fiscalizadores e cobrar providências. Haja vista que o Conjunto Penal de Feira de Santana, foi desinterditado por uma decisão judicial, sem que os itens acordados no termo de ajustamento de conduta fossem cumpridos pelo estado. Então o que ocorreu com o desdobramento dessa desinterdição: aumentou-se o número de presos, diminuiu-se o número de policiais penais com transferências, transferências essas irresponsáveis da parte do diretor da unidade, aposentadorias, vários tipos de vacância. Ocorreu o aumento número de presos e diminuiu o número de policias penais”, concluiu.

Reivon ressaltou que no dia (24), os policiais penais foram impedidos de sair do Conjunto Penal de Feira de Santana, por agentes de portarias, vigilantes patrimoniais, que atualmente trabalham na portaria e na opinião dele, usurpam a função dos policiais penais.

Procurado pelo Acorda Cidade, o capitão Allan Araújo informou que "no momento certo vai falar sobre o assunto."

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Operação Unum Corpus prende mais 30 envolvidos com homicídios
Bahia

Operação Unum Corpus prende mais 30 envolvidos com homicídios

Durante as ações também foram apreendidas 11 armas de fogo e mais de sete quilos de entorpecentes.

Sefaz e polícia descobrem depósito em Feira de Santana com R$ 5 milhões em peças de roupas
Feira de Santana

Sefaz e polícia descobrem depósito em Feira de Santana com R$ 5 milhões em peças de roupas

Esquema foi descoberto após alerta do Centro de Monitoramento Online e atuação conjunta entre o fisco e as ...

Policial Civil é baleado durante tentativa de assalto no bairro do IAPI, em Salvador
Bahia

Policial Civil é baleado durante tentativa de assalto no bairro do IAPI, em Salvador

A a vítima é um investigador lotado na Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos (DRFRV).

Vídeo

Após revitalização, Parque Erivaldo Cerqueira deverá ser reaberto para até 200 pessoas, diz prefeito Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 15.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram