Acorda Cidade - Dilton Coutinho

05 de Agosto de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Educação

Todas as notícias
Publicado em 30/07/2020 08h24.

Professores da Rede Municipal recebem salário integral após três meses de cortes de até 70%

'Esse mês é sem corte', comemora Marlede Oliveira, diretora da APLB Sindicato.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Professores da Rede Municipal recebem salário integral após três meses de cortes de até 70%
Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

Andrea Trindade

Os professores da rede municipal de Feira de Santana receberam os salários referentes ao mês de julho de forma integral. Desde abril, após a suspensão das aulas por conta da pandemia de covid-19, a categoria tem recebido o pagamento com cortes de até 70%, motivando a APLB Sindicato a mover uma ação contra a prefeitura para a suspensão dos cortes e a devolução dos salários cortados. A justiça acolheu em partes e determinou apenas a suspensão dos descontos. Sobre a devolução, o juiz orientou que a categoria movesse uma ação a parte.  A prefeitura decidiu recorrer, mas terá que pagar o salário de julho.

A diretora da APLB Sindicato, Marlede Oliveira, comemorou e informou que no contracheque deste mês já consta os salários integrais.

“Esse mês é sem corte. Aquilo que o prefeito propagou por muito tempo de que seria hora extra, mas não foi. Ele cortou salário. Pra gente foi uma vitória. O prefeito disse que recorreu, mas tem uma ação do município de Brumado que ganhamos no Tribunal de Justiça porque não pode ter corte de salário e tem outra ainda mais importante que é do Supremo Tribunal de Justiça, que decidiu que não pode haver redução de salários de servidores. O que o prefeito fez foi um erro. Agora a gente está revendo a devolução dos meses de abril, maio e junho porque naquele momento o juiz só deu liminar para suspender o corte”, informou Marlede ao Acorda Cidade.

Leia também:

Prefeitura vai recorrer de decisão da justiça que suspende corte em salários dos professores da Rede Municipal

Defensorias Públicas do Estado e União entram com recurso para assegurar alimentação aos 52 mil alunos de Feira de Santana

Justiça manda prefeitura de Feira de Santana suspender corte nos salários dos professores da Rede Municipal

'Se não houver devolução do corte de salários, ano letivo será inviabilizado', diz presidente da APLB

Professor receberá valor de contribuição financeira, descontado em março, em folha complementar

APLB informa que professores tiveram redução de 50% nos salários e ameaça paralisação após retorno das aulas

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Parlamentares debatem Fundeb e desafios da educação no pós-pandemia
Educação

Parlamentares debatem Fundeb e desafios da educação no pós-pandemia

Votação no Senado foi marcada para a semana do dia 18

Resultado da segunda chamada do Prouni já está disponível
Educação

Resultado da segunda chamada do Prouni já está disponível

Estudantes devem acessar página do Prouni na internet

Ministério da Educação divulga resultado do Fies
Educação

Ministério da Educação divulga resultado do Fies

Mais de 107 mil inscritos disputam 30 mil vagas.

Vídeo

Maternidade Santa Emília Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 04.08:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram