Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Gov BA modelo de gestão
  •  Reserva Lumiere
21 de Agosto de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 12/08/2019 10h09.

Rede vai ao STF contra medida de Bolsonaro que prejudica jornais

O partido entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Rede vai ao STF contra medida de Bolsonaro que prejudica jornais
Foto: Reprodução

A Rede Sustentabilidade foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a Medida Provisória 892/2019, assinada na última semana pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para desobrigar as empresas de capital aberto a publicarem seus balanços em jornais impressos. O partido entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), com pedido de medida cautelar, solicitando que a medida seja declarada inconstitucional e tenha seus efeitos suspensos pela Suprema Corte. "Existem notórios desvios de finalidade na edição da MP, que não compreende os requisitos de urgência e prioridade, além de versar sobre assunto já debatido em legislação aprovada no Congresso Nacional", explicou o líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Isso porque a medida provisória anula parte da Lei 13.818, que foi aprovada no início do ano pela Câmara e pelo Senado e estende até 2022 a publicação dos balanços empresariais em jornais. Randolfe Rodrigues lembrou ainda que, ao anunciar a edição da Medida provisória, Jair Bolsonaro indicou que a medida representa uma retaliação à imprensa, já que esta tem publicado críticas ao governo e às declarações do presidente. Afinal, ao permitir que as empresas publiquem seus balanços apenas em meios digitais, o presidente tira uma fonte de receita importante dos jornais. "Imprensa livre e independente é um dos grandes pesadelos de Jair Bolsonaro e alvo frequente do seu ódio", disse Randolfe. Leia mais na Tribuna da Bahia

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Coaf vai continuar a trabalhar com independência e autonomia, diz Moro
Dilton e Feito

Coaf vai continuar a trabalhar com independência e autonomia, diz Moro

Ministro comentou decisão do governo de transferir e rebatizar o órgão.

Campos Neto nomeia servidor do Banco Central como presidente do novo Coaf
Política

Campos Neto nomeia servidor do Banco Central como presidente do novo Coaf

Liáo é servidor aposentado do Banco Central e deixa o cargo de diretor de Supervisão do Coaf para assumir a...

Deputado quer todos caixas eletrônicos com função para depósito
Política

Deputado quer todos caixas eletrônicos com função para depósito

“Rotineiramente as áreas de autoatendimento das agências estão sempre lotadas com filas grandes e tempo de...

Vídeo

Vídeo mostra suspeito de crime no bairro Tomba; polícia pede ajuda da população para localizá-lo Veja mais Vídeos ›

Podcast

Mudanças devido a interdição de prédio deixam o trânsito congestionado no centro de Feira de Santana
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram