Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
18 de Outubro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 12/07/2019 08h32.

Dietas prolongadas podem colocar o corpo em modo 'econômico' e dificultar a perda de peso

Com isso, o corpo começa a funcionar de maneira lenta, mantendo o peso estável e a nutrição de órgãos nobres, mas deixando outros tecidos sem o adequado suporte.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Dietas prolongadas podem colocar o corpo em modo 'econômico' e dificultar a perda de peso
Foto: Reprodução

Acorda Cidade

A tendência do corpo a se acostumar com mudanças na alimentação e na rotina de exercícios físicos pode tornar o emagrecimento mais lento ou até mesmo pará-lo. Depois de um tempo de dieta e exercícios, o corpo começa a funcionar em modo "econômico". Mesmo uma dieta que começa com ótimos resultados inicialmente, pode frustrar quem tenta perder alguns quilinhos a mais. Isso porque é comum que, depois de algumas semanas, a perda de peso comece a ficar mais lenta ou estacione por completo. É o chamado efeito platô. “O efeito platô é uma falta de resposta do corpo a um determinado estímulo. A pessoa que deseja emagrecer vai buscar uma alimentação que contribua para isso, o que gera uma resposta inicial. Mas há uma tendência de acomodação do organismo”, explica Thomas Araújo, nutricionista da Rede Alpha Fitness.

Com isso, o corpo começa a funcionar de maneira lenta, mantendo o peso estável e a nutrição de órgãos nobres, mas deixando outros tecidos sem o adequado suporte. Há quem tente resolver a situação restringindo ainda mais o consumo de alimentos, mas isso só piora o estado geral do organismo. “Restrições cada vez maiores afetam a qualidade de vida, o desempenho físico e mental. Em longo prazo, os danos para a saúde podem ser graves”, diz o nutricionista. É por isso que o ideal é criar um programa de emagrecimento com orientação de uma equipe multidisciplinar (endocrinologista + nutricionista + educador físico + psicólogo), a qual vai olhar para todos os fatores que podem influenciar a perda de peso. A partir disso, a equipe cria um programa alimentar e de exercícios físicos individualizados, levando em conta também metas realistas de emagrecimento, as rotinas e os gostos do paciente. “Se a pessoa está fazendo a dieta que foi proposta e os exercícios de forma habitual, e mesmo assim encontra dificuldades para emagrecer, daí é o momento de fazer alguma mudança no padrão alimentar e de exercícios físicos, ou seja, estimular o corpo com uma dinâmica diferente para um resultado distinto”, comenta Thomas.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Com máscara de oxigênio suja, hospital usa copo descartável como substituto e reanima bebê
Bahia

Com máscara de oxigênio suja, hospital usa copo descartável como substituto e reanima bebê

Segundo mãe da criança, caso ocorreu depois que a bebê nasceu sem os sinais vitais.

Visando diminuir índice de prematuridade, Fundação Hospitalar realiza campanha Novembro Roxo
Saúde

Visando diminuir índice de prematuridade, Fundação Hospitalar realiza campanha Novembro Roxo

Novembro é considerado o Mês Mundial de Conscientização da Prematuridade.

Musculação ajuda a fortalecer o cérebro de idosos
Saúde

Musculação ajuda a fortalecer o cérebro de idosos

Resultados positivos só foram identificados quando os grupos musculares testados eram analisados em conjunto.

Vídeo

Incêndio em oficina destrói veículos e assusta moradores do bairro Pedra do Descanso Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta Sexta-Feira 18.10:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram