Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • ELEIÇÕES
  • Educa Mais Brasil
16 de Outubro de 2018
Dólar: R$ 4,09 Euro: R$ 4,78
24º 35º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 10/08/2018 17h09.

Defensoria Pública propõe ao Município acordo para comodato ao Coletivo de Mulheres

O Coletivo de Mulheres de Feira de Santana é uma entidade privada sem fins lucrativos que presta serviços nas áreas de assistência social, prevenção e combate à violência contra a mulher
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Defensoria Pública propõe ao Município acordo para comodato ao Coletivo de Mulheres
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA segue intermediando demanda relacionada à viabilização do funcionamento do Coletivo de Mulheres – Comu. A organização social está localizada em um prédio municipal desde 2012, por concessão do Município, e, recentemente, foi divulgado o resultado de uma licitação municipal para a reforma do prédio, a fim de ser instalada a Guarda Municipal no local. O Coletivo de Mulheres de Feira de Santana – Comu é uma entidade privada sem fins lucrativos que presta serviços nas áreas de assistência social, prevenção e combate à violência contra a mulher.

Em reunião realizada, o Secretário de Prevenção à Violência solicitou a Defensoria Pública que fosse formalizado novo pedido, e a Defensoria Pública se comprometeu a verificar qual o formato jurídico mais viável e menos burocrático, já que existe licitação para a reforma do prédio finalizada e obras a serem iniciadas.

De acordo com o defensor público Mauricio Moitinho, a solução encontrada pela Defensoria Pública foi pleitear administrativamente celebração de termo acordo de cooperação, nos moldes regulados pela Lei 13.019/2014, a Lei das Organizações da Sociedade Civil, que em seu artigo 30 permite a realização de contrato de comodato de bem público sem a realização de chamada pública para outras entidades interessadas.

“Entendemos que o Coletivo de Mulheres estaria enquadrado nestes artigo pois há risco de paralisação de atividades, já que o Coletivo de Mulheres poderá deixar de funcionar e quiçá de existir; o Coletivo de Mulheres atende mulheres ameaçadas de morte ou violentadas no âmbito familiar, e as encaminha aos demais órgãos da rede de atenção à mulher; o Coletivo de mulheres é organização da sociedade civil que exerce atividades de assistência social, já estando cadastrado e fiscalizado no Conselho Municipal de Assistência Social e no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher”, acrescentou Mauricio Moitinho.

Como próximo passo, a Defensoria Pública aguarda marcação de reunião com o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, a Procuradoria Geral do Município, além das secretarias municipais de Administração, Planejamento e de Prevenção à Violência.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Autistas e outras crianças com deficiência podem se inscrever para Corrida de Verão
Feira de Santana

Autistas e outras crianças com deficiência podem se inscrever para Corrida de Verão

O percurso para estes atletas especiais, que poderão ser acompanhados por pais ou responsáveis, será de ape...

Ações do Centro Juiz Walter afastam crianças do trabalho infantil
Feira de Santana

Ações do Centro Juiz Walter afastam crianças do trabalho infantil

As atividades são pontuadas diariamente por ações interativas e recreativas que vão desde aulas de violão...

Feira de Santana

Condomínios devem se preparar para o desligamento do sinal analógico de TV

O sinal analógico será desligado em 05 de dezembro na região de Feira de Santana.

Vídeo

Documentário Os Guardiões da Lagoa Veja mais Vídeos ›

Podcast

Entrevista com José Ronaldo - Parte I
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram