Feira de Santana

Veto do prefeito em emendas à LOA prejudica Santa Casa de Misericórdia e entidades sociais, afirma Fernando Torres

A análise é do presidente do Legislativo feirense, vereador Fernando Torres (PSD)

22/03/2022 14h38, Por Amanda Pinheiro

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

A Santa Casa de Misericórdia e entidades sociais existentes em Feira de Santana, que aguardam pelas verbas de emendas impositivas e de subvenção dos vereadores feirenses, poderão ser prejudicadas pelo veto do prefeito Colbert Martins em dispositivos da Lei Orçamentária Anual para o exercício financeiro de 2022. A análise é do presidente do Legislativo feirense, vereador Fernando Torres (PSD), que, na sessão desta terça-feira (22), questionou a real função das emendas impositivas, visto que, os repasses não são efetuados pelo Executivo conforme esperado. “Então, essas emendas impositivas são para quê?”.

A destinação de R$ 50 mil à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Feira de Santana também pode ser prejudicada pelo veto, aponta o vereador Edvaldo Lima (MDB). Em uma análise mais ampla, Jhonatas Monteiro (PSOL) avalia que a ação compromete o repasse de verbas que beneficiaria e atenderia às necessidades dos munícipes. “O prefeito não se importa com o trabalho que as entidades fazem”.
 

As informações são da Secom da Câmara Municipal de Feira de Santana 

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade