Política

Vereador protocola requerimento para saber sobre contratação de empresa pela prefeitura municipal

O valor do contrato está estimado em R$10 milhões.

29/06/2021 16h47, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Laiane Cruz

O vereador Edvaldo Lima protocolou um requerimento na Câmara de Vereadores, para pedir explicações ao governo municipal acerca da suposta contratação de uma cooperativa que seria ligada ao empresário, ex-deputado estadual e ex-presidente do Esporte Clube Bahia, Marcelinho Guimarães, com sede no Rio de Janeiro.

De acordo com ele, a informação teria partido do diretório estadual e nacional do MDB e foi confirmada pelo presidente da Casa Legislativa e o vereador Paulão, os quais, segundo Edvaldo Lima, já teriam conhecimento do contrato, no valor de R$ 10 milhões mensais.

“Não foi justamente uma denúncia, foi uma informação do MDB estadual e a nível federal, que há um suposto indício de vínculo empresarial entre o prefeito Colbert Martins e o ex-deputado Marcelinho Guimarães, e um blog falou que a estadual estava com as antenas ligadas. Eu não tinha conhecimento qual era essa empresa, foi uma informação que eu busquei pra trazer para o partido em Feira, para que tomasse as providências. Mas pra minha surpresa o presidente da Casa e o vereador Paulão já tinham conhecimento de que tinha essa empresa Imaps, que é uma cooperativa que opera e recebe um valor de quase R$ 10 milhões mensal. Segundo as informações deles, a empresa tem sua central no Rio de Janeiro e é preocupante. Sou do MDB e não quero que o partido seja atropelado ou criticado, por alguma coisa de errado. Já protocolei um requerimento pra pedir informações ao município se há essa empresa em Feira de Santana, qual o valor desse contrato e quem são os verdadeiros donos. O vereador não vai descansar enquanto o governo não enviar essas informações, se está tudo bem, e, se não estiver tudo bem, vamos tomar as devidas providências, para que o governo suspenda imediatamente ou cancele o contrato com a empresa”, declarou. 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade