Câmara Municipal

Vereador cobra transparência a presidente do Shopping Popular: 'As contas não batem'

O vereador também pediu explicações sobre a segurança do Shopping Popular.

22/03/2021 às 13h58, Por Maylla Nunes

Compartilhe essa notícia

O vereador Jurandy Carvalho (PL) cobrou, em discurso realizado na Câmara Municipal nesta segunda-feira (22), ‘transparência’ à direção do Shopping Popular em Feira de Santana, já que segundo ele, algumas contas não “estariam batendo”. Jurandy, que também conversou com a reportagem do Acorda Cidade, disse que espera do presidente do Consórcio, Elias Tergilene, uma explicação acerca dos recibos e despesas do local. “Em fevereiro os condôminos do Shopping Popular receberam a prestação de contas e tem coisas que precisam ser explicadas, porque não estão batendo. Na prestação tem três despesas com o pessoal administrativo de R$ 27 mil, depois outra despesa de R$ 48 mil e mais uma de R$ 43 mil. Precisamos saber detalhadamente o que é cada despesa. Por exemplo, o recibo tal é referente à despesa tal, foi gasto com isso, ou isso. Nós sentimos que não há essa transparência”.

O vereador também pediu explicações sobre a segurança do Shopping Popular e relatou que lojistas estão “devendo mais do que pagando” e que, por isso, é necessário que haja transparência na prestação dos gastos aos vendedores. “Os lojistas sempre dizem que não têm segurança, mas que pagam pelo serviço. Tem alguns que não estão vendendo nada no mês com tantas despesas. Como é que esses lojistas vão pagar? Estamos passando por uma época difícil, que é a pandemia, que assola não só o nosso país, mas o mundo inteiro, é preciso que tenha uma flexibilidade e uma transparência”. (Por Maylla Nunes, com informações do repórter Paulo José)
 

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade