Artigo

Valor do tempo

Peregrinos, sem previsão de chegada, temos em mãos a preciosa moeda do tempo presente.

28/12/2021 09h44, Por Kaio Vinícius

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O fim de cada ano e início de outro é sempre interessante analisar como ocupamos nosso tempo. Por vezes deixamos que preciosos minutos sejam perdidos. E os minutos constituem o troco do tempo. É com reais que formamos um milhão, é com minutos que se forma uma hora, é igualmente com eles, que se constrói a eternidade.

PARA VOCÊ perceber o valor de um ano, pergunte a um estudante que repetiu na escola. Para você perceber o valor de um mês, pergunte a uma mãe que teve seu bebê, prematuramente. Para você perceber o valor de uma semana, pergunte a um editor de um jornal semanal. Para você perceber o valor de uma hora, pergunte a uma pessoa que teve infarto e espera um médico. Para você perceber o valor de um minuto, pergunte a uma pessoa que perdeu o avião. Para você perceber o valor de um segundo, pergunte a uma pessoa que conseguiu evitar um acidente…

VALORIZE cada momento que você tem! O dia tem 24 horas, a semana 168 e o ano, 8.760 horas. Em cada dia transcorremos 1.440 minutos, ou se quisermos, 86.400 segundos. O tempo é um precioso presente de Deus. E porque é um presente, devemos cuidar dele com carinho. O tempo empregado da melhor maneira, é o que gastamos servindo pessoas, especialmente as mais necessitadas: doentes, idosos, pobres, deficientes, drogados…

OUTRA atitude prudente, em relação ao tempo, é não jogar para o futuro as nossas decisões porque, Deus oferece sempre e a todos o perdão, mas não garante a ninguém o dia de amanhã. O tempo de Deus é hoje. O passado deve ser entregue à sua misericórdia, o futuro à sua providência. Peregrinos, sem previsão de chegada, temos em mãos a preciosa moeda do tempo presente.

TEMPO bem vivido traz realização. O livro do Eclesiastes lembra: Cada coisa tem seu tempo neste mundo e Jesus Cristo diz que o tempo é como uma nuvem que passa. Sempre mais fiquemos atentos, para não desperdiçar nada do tempo. É com ele que vivemos, nos realizamos e preparamos a eternidade. “Cada um colherá aquilo que tiver semeado” (Gl 6,7).

AGRADEÇO sua presença amiga durante todos os dias deste ano. Com sua amizade, sou muito feliz. Que as esperanças de hoje se transformem em um amanhã cheio de realizações e alegrias. Receba minhas preces. Que Deus derrame abundante bênçãos, protegendo sua vida, com saúde, prosperidade e paz, durante o Ano Novo de 2022.

Dom Itamar Vian
Arcebispo Emerito
[email protected]
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade