Feira de Santana

Usuários do transporte público aprovam redução da tarifa para R$ 2 e pedem melhoria do serviço

No Terminal Central de Feira de Santana, usuários do transporte comentaram na manhã de hoje sobre a decisão do governo municipal, que tem como objetivo incentivar o uso do serviço.

24/12/2021 09h24, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Laiane Cruz

A partir de hoje (24), os usuários do transporte público em Feira de Santana vão passar a pagar R$ 2 pela tarifa, das 9h às 11h e das 13h às 15h. A partir das 20h, o pagamento da passagem só poderá ser feito através do cartão eletrônico da Via Feira.

No Terminal Central de Feira de Santana, usuários do transporte comentaram na manhã de hoje sobre a decisão do governo municipal, que tem como objetivo incentivar o uso do serviço.

Geniele Santos Rocha disse que tomou conhecimento dessa ação da prefeitura e considerou positiva. No entanto, para ela deveriam melhorar também o serviço. Reclamou que os ônibus demoram muito e estão sempre lotados. “Eu chego atrasada no trabalho”.

A mesma opinião foi de Nilzete Gonçalves, que aguardava ônibus para o Corredor dos Araçás, no bairro SIM. “Os ônibus só saem lotados e é um empurra empurra”, criticou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Já William Cerqueria da Silva acredita que a redução do valor da tarifa deveria valer também para os horários de pico, quando as pessoas precisam utilizar os ônibus para ir trabalhar. “9h eu não venho pra rua pra trabalhar. Então deveria ser às 7h”, opinou.

Aos domingos e feriados a tarifa continua R$ 2,07. Os estudantes pagam R$ 1,89 pela meia passagem. Nos demais horários, a tarifa custa R$ 3,78 no cartão Via Feira e R$ 4,15 em dinheiro.

 

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade