Educação

Uefs realiza testagem para a covid em funcionários

Os funcionários testados que apresentarem resultado positivo passam a realizar as atividades laborais em trabalho remoto até o desaparecimento dos sintomas.

28/01/2022 21h01, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), atenta e acompanhando de perto o cenário epidemiológico do Brasil e especialmente de Feira de Santana, em parceria com a Secretaria de Saúde do Município, realizou hoje (28/01) testes em 60 funcionários e colaboradores terceirizados da instituição.

A ação aconteceu na Sala de Testagem da Uefs, que antecipou o funcionamento, previsto para o dia 7 de fevereiro, em virtude da grande demanda pelos testes na cidade, provocada pelo crescente número de casos confirmados, em todo o país, da variante Ômicron.

O público que teve acesso ao teste incluiu pessoas que tiveram contato com outras que testaram positivo para a covid-19 ou apresentaram sintomas de síndrome gripal ou covid estando em serviço. A medida atende as orientações do Comitê Gestor da Covid da Uefs para identificar os possíveis casos de contágio e evitar a propagação da doença, que se encontra em acentuada transmissão comunitária no país e em Feira de Santana .

Os funcionários testados que apresentarem resultado positivo passam a realizar as atividades laborais em trabalho remoto até o desaparecimento dos sintomas. Os que testam negativo retornam ao trabalho. A partir da próxima semana um novo planejamento para atendimento na Sala de Testagem da Uefs deve ser realizado garantindo assim o funcionamento mais efetivo.

Na Sala de Testagem da Uefs serão atendidos servidores docentes e técnicos da instituição, colaboradores terceirizados, e estudantes que tenham sintomas da Covid-19 e precisarão passar pelo teste de RT-PCR.

Todos os casos suspeitos e confirmados estão sendo acompanhados pelo Serviço de Saúde da Uefs (Sesu) e encaminhados à Vigilância Epidemiológica do município.

O acompanhamento das pessoas da comunidade universitária com notificação de caso positivo para a Covid-19 não mostra, até o momento, registro de sintomas graves da doença, o que é explicado por especialistas da área de saúde como um benefício da vacinação.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade