Feira de Santana

Trecho duplicado da BR-101/BA vai facilitar escoamento da produção industrial de Feira de Santana

A BR 101/BA tem 165,4 quilômetros de extensão e liga o norte e nordeste do Brasil, por meio da divisa entre os estados da Bahia e Sergipe.

26/04/2022 06h56, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

O escoamento da produção do polo industrial, das fábricas de grande porte e das plantações de eucalipto para indústria de celulose e carvão vegetal na região de Feira de Santana (BA) será diretamente beneficiado com um novo trecho duplicado da BR-101/BA na divisa com o Sergipe. Por meio do Ministério da Infraestrutura, o Governo Federal liberou o segmento ontem (25).

Equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizaram serviços de terraplanagem, subleito em solo, sub-base em solo cimento e solo-brita-cimento, pavimento, pista e acostamento, drenagem superficial e profunda, obras de arte especiais com restauração e finalização de implantação de pontes e obras complementares com implantação de defensas metálicas, cercas e defensas do tipo New Jersey.

No total, o Governo Federal vai investir R$ 1,1 bilhão nas obras de duplicação da BR-101/BA, que está dividida em quatro lotes. “A gente sabe que o esforço do governo em entregar obras neste tipo de qualidade traz durabilidade também. E nós vamos continuar trabalhando por um Brasil cada vez mais competitivo e mais forte”, destacou o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, ressaltando que já foram mais de 70 quilômetros entregues desde o início do empreendimento.

A BR 101/BA tem 165,4 quilômetros de extensão e liga o norte e nordeste do Brasil, por meio da divisa entre os estados da Bahia e Sergipe. A duplicação do segmento garante maior e melhor fluidez no tráfego, segurança, conforto aos usuários e consequentemente a redução de acidentes. Além disso, deve atrair novas empresas devido à logística e infraestrutura, gerando novas oportunidades de empregos e um maior desenvolvimento econômico para a região.


Requeijão

Na Bahia, o ministro Marcelo Sampaio fez uma visita técnica às obras de duplicação da BR-116/BA. O segmento vistoriado contempla parte da sexta parte, entre Feira de Santana e Santa Bárbara. Com 420 quilômetros de extensão, a obra tem investimento estimado de R$ 491,2 milhões. O objetivo das intervenções é auxiliar no desenvolvimento regional e na redução de acidentes.


A BR-116 é uma das principais rodovias brasileiras, tratando-se de um dos principais corredores rodoviários para o transporte de carga e fluxo de veículos entre a Região Nordeste e as Regiões Sudeste e Sul. A obra vai beneficiar diretamente os moradores de Santa Bárbara, cidade conhecida pela produção de requeijão. Além disso, a rodovia é fundamental para interiorizar a logística do país, em especial o Nordeste, onde opera como principal corredor de integração.

Leia também:

Ministro da Infraestrutura anuncia início da duplicação de parte do anel viário de Feira de Santana 

Robinson Almeida rebate ex-ministro de Bolsonaro: 'O único trecho duplicado do rodonel em Feira foi feito pelo PT'

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade