Esporte

Bahia sofre gol com um a mais em campo e perde para o Cruzeiro no Mineirão

O próximo compromisso do Bahia é contra o Náutico, na sexta-feira (29), pela 21ª rodada da Série B. O jogo acontece na Arena Fonte Nova, em Salvador.

23/07/2022 18h53, Por Acorda Cidade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Foto: Reprodução/ SporTV

Sofrendo um gol quando acabava de ficar com um a mais em campo, o Bahia perdeu para o Cruzeiro por 1 a 0, neste sábado (23), no Mineirão, pela 20ª rodada da Série B do Brasileirão. O gol foi marcado por Stênio.

O Tricolor até criou chances, especialmente após a expulsão, mas parou nas mãos do goleiro Rafael Cabral.

Com o resultado, o Esquadrão estaciona nos 34 pontos. O domingo marcou também a estreia do colombiano Jonathan Copete. O atacante entrou após o intervalo, no lugar de Raí Nascimento, e gerou o cartão vermelho do zagueiro Eduardo Brock, do Cruzeiro.

O próximo compromisso do Bahia é contra o Náutico, na sexta-feira (29), pela 21ª rodada da Série B. O jogo acontece na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O JOGO

O Cruzeiro criou primeiro, aos oito minutos. Edu recebeu belo lançamento de Neto Moura, entrou na área e chutou forte de esquerda. Bem posicionado, Danilo Fernandes mandou para escanteio.

O Bahia respondeu aos 18. Daniel fez boa jogada pela ponta e tocou no meio para Rezende, que enfiou com qualidade para Raí sair na cara do gol. O atacante parou na boa saída de Rafael.

A Raposa assustou novamente aos 28 minutos. Pablo Siles ajeitou na entrada da área e o camisa 25 chutou colocado de direita. A bola passou por cima do gol de Danilo Fernandes.

Aos 37, Geovane inverteu da direita para esquerda para Bruno Rodrigues, que, da entrada da área, chutou colocado de direita. A bola passou pertinho do canto esquerdo do gol do Bahia.

O Esquadrão voltou a criar com qualidade aos 44 minutos. Matheus Davó conseguiu boa arrancada pela direita e cruzou na cabeça de Raí. O goleiro Rafael Cabral caiu para fazer a defesa.

Segundo tempo

O Cruzeiro começou em cima já no primeiro minuto da etapa final. Bruno Rodrigues mandou uma bomba de longe com perigo à meta adversária.

Aos 12, novo chute de fora da área, dessa vez de Felipe Machado. O meia arriscou de esquerda e obrigou Danilo Fernandes a fazer uma ótima defesa.

O caminho ficou mais complicado para a Raposa e melhor para o Bahia aos 18 minutos. Eduardo Brock fez falta dura em Copete, que ia na direção do gol, e foi expulso.

No entanto, o que parecia ser pesadelo, virou sonho. Aos 21, Bruno Rodrigues chutou colocado no canto, Danilo Fernandes defendeu e, no rebote, Stênio empurra para o gol vazio e abre o placar.

O Bahia poderia ter empatado aos 26, com Matheus Davó. Após cruzamento na área, a bola desviou e sobrou para o atacante, que se esticou e parou nas mãos de Rafael Cabral.

Aos 33, mais uma grande chance. Rodallega roubou a bola do zagueiro e saiu na cara do gol. O goleiro saiu bem e dividiu com o atacante, espirrando a bola para longe. Dois minutos depois, Daniel cruzou na área e Davó desviou de cabeça, com perigo.

A melhor oportuniade surgiu aos 47, com Rodallega. Gabriel Xavier lançou a bola na área, Luiz Otávio ajeitou com o peito e o camisa 9 mandou uma bomba no travessão. E veio outra aos 50. Daniel cobrou escanteio e Luiz Otávio cabeceou com tudo para um milagre de Rafael Cabral no apagar das luzes.

FICHA TÉCNICA
Cruzeiro 1 x 0 Bahia
Série B – 20ª rodada
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 20/07/2022 (sábado)
Horário: 16h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA-SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques e Evandro de Melo Lima (ambos de SP)
VAR: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelos: Louvannor e Neto Moura (Cruzeiro) / Lucas Mugni (Bahia)
Cartão vermelho: Eduardo Brock (Cruzeiro)
Gol: Stênio

Cruzeiro: Rafael Cabral; Geovane Jesus, Eduardo Brock e Zé Ivaldo; Pablo Siles (Wagner Leonardo), Neto Moura (Pedro Castro), Filipe Machado e Matheus Bidu; Bruno Rodrigues (Breno), Edu (Pais) e Luvannor (Stênio). Técnico: Martin Varini.

Bahia: Danilo Fernandes; André (Igor Torres), Didi, Luiz Otávio, Gabriel Xavier e Matheus Bahia (Jacaré); Rezende, Daniel, Mugni (Rodallega) e Raí (Copete); Matheus Davó (Gregory). Técnico: Enderson Moreira.

Fonte: Bahia Notícias

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Crispiniano de Santana Silva disse:

    Não sou torcedor de nenhum time mas o Baiano futebol precisa representar melhor o nosso Estado em relação ao Bahia na sua maioria já sai pra jogar em Estado já pensando em empate tem que mudar a mentalidade destes dirigentes para que entre na cabeça dos jogadores. É só um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade