Feira de Santana

Telhado de escola quebra após reparo e três pessoas ficam feridas

O homem foi socorrido para a UPA Estadual e as crianças foram socorridas para o Hospital Estadual da Criança (HEC).

12/04/2022 11h56, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Rachel Pinto

Atualizada às 17h45

O telhado da área externa da escola da Associação Comunitária e Centro de Apoio ao Adolescente, localizada no bairro Parque Lagoa Subaé em Feira de Santana, quebrou na manhã desta terça-feira (12) após a realização de um conserto, e deixou duas crianças feridas, além da pessoa que realizava o reparo.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Segundo pais de alunos, um homem estava realizando o conserto quando, ao pisar no telhado de fibrocimento, despencou e caiu. A telha caiu em cima de duas crianças que brincavam no local. O homem foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento do Governo do Estado (UPA Estadual), ao lado do Hospital Geral Clériston Andrade e as crianças foram socorridas para o Hospital Estadual da Criança (HEC). 

O secretário municipal de saúde, o médico Marcelo Britto esteve na escola pra verificar as circunstâncias do acidente  e também no HEC para avaliar as crianças. Ele informou que uma delas teve um corte na cabeça e realizou uma sutura e a outra teve uma pancada no pé sem ferimentos. No entanto, passará por um exame de radiografia por precaução para avaliar melhor o quadro. Já o homem, que é carpinteiro e trabalha em uma empresa que presta serviços à prefeitura, teve uma contusão lombar, sem gravidade.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Marcelo Britto explicou também que a Associação não é uma escola da prefeitura, mas tem convênio com a Secretaria de Educação.

"Na condição de médico examinei as crianças e não havendo nenhuma complicação serão liberadas. O reparo não deveria ser feito com as crianças no local, houve um erro e no momento em que se faz qualquer conserto a área deve ser isolada", disse.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Após o ocorrido, a Secretaria de Educação, através da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, informou que os dois alunos e o carpinteiro, atingidos pela queda do telhado, passam bem. 

Segundo a Seduc, técnicos da Defesa Civil estiveram na escola para fazer a vistoria do prédio e a secretária de Educação, professora Anaci Paim, acompanhou a situação.

Os dois alunos de 5 anos foram atendidos no Hospital Estadual da Criança, acompanhados pela diretora da escola. Levy Gabriel Araújo dos Santos teve dois pequenos cortes na cabeça, sem gravidade ou sinal de complicação neurológica. Por precaução, o aluno foi submetido a uma tomografia. Josué Calebe Bispo Gonçalves teve uma contusão no pé e também fez exame de raio X. As duas crianças estão em observação aguardando os resultados dos exames.

O carpinteiro foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento do Governo do Estado, ao lado do Hospital Geral Clériston Andrade e já teve alta. Ele foi medicado e não teve nenhuma lesão. O profissional é funcionário da EG Construções, contratada pela Prefeitura para realizar serviços de manutenção nas escolas. A empresa está dando todo o suporte necessário tanto às crianças quanto ao funcionário.

A secretária de Educação esclarece que o serviço de cravejamento do telhado estava sendo executado numa área externa, onde não havia ninguém. No entanto, ao se dirigir ao pátio da escola, ao invés de pisar no pilar de suporte, o carpinteiro pisou na telha, provocando o acidente. “Não é uma recomendação realizar os serviços de manutenção com pessoas dentro do prédio”, afirma Anaci Paim.

 

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade e da Secom de Feira de Santana.

 

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade