Política

Tarcízio Pimenta deixa DEM livre para José Ronaldo e líder do PDT insatisfeito

'O DEM está superado para mim. Não quero causar transtorno, nem dificuldades para o partido. Agradeço pelo tempo que permaneci no partido e agora ele está livre para José Ronaldo', diz Tarcízio Pimenta

06/06/2011 14h57, Por [email protected]

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Roberta Costa

Na manhã desta segunda-feira (06), José Francisco Pinto Cerqueira, o Zé Chico, presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT) em Feira de Santana e suplente do Senador João Durval Carneiro, afirmou que foi pego de surpresa com a notícia da ida do prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta para o partido. “Quinta-feira (02) eu soube da notícia pelo Alexandre Bruch (presidente estadual do PDT). Fui pego de surpresa, mas é uma decisão do partido”.

Com a entrada do prefeito Tarcízio Pimenta no PDT, o senador João Durval Carneiro, fica enfraquecido, pois, Tarcízio fica com quatro pessoas dentro da executiva e o senador com três. “Tarcízio deveria ter procurado João Durval, mas não o fez. As coisas foram feitas por cima. Ele pode ter o partido na mão dele, mas não tem o senador”, afirmou Zé Chico.

Ele se refere ao fato do prefeito não ter procurado o Partido em Feira de Santana, mas sim ter ido falar com o Presidente Nacional do Partido, o Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. Ele acrescenta que o Senador João Durval não está satisfeito com a chegada de Tarcízio ao partido. “Infelizmente a gente tem que cumprir ordens. João Durval acha que perderá o controle do partido com a entrada de Tarcízio, mas ele ainda não decidiu se irá sair ou não do PDT”.

Essa informação é contrária a afirmação do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Marcelo Nilo. Ele afirmou que o Senador não está insatisfeito com  a presença de Tarcízio no PDT.  “Tenho certeza que Nilo não conversou com João Durval, porque quem conversa com ele, sabe da sua insatisfação”.

Não se falou se a “birra” entre João Durval e Tarcízio Pimenta tem o dedo do filho de João Durval, o deputado federal Sérgio Carneiro (PT), que também está tentando concorrer às eleições 2012. No entanto, o Governador Jaques Wagner já deixou bem claro que o compromisso dele, ao menos no primeiro turno, é com o deputado estadual Zé Neto (PT), Líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia.

Não houve contato entre o Senador e o Prefeito e há a possibilidade de João Durval ir para outro partido para concorrer a prefeitura de Feira de Santana. “Um ano na política é uma vida, eu não sei se vou ficar no PDT. Eu sigo as orientações de João Durval, pois sou aliado dele há muitos anos. Se ele sair, eu também sairei”.

Em relação a Tarcízio Pimenta ele acrescentou que “se ele não nos procurou até agora, não há mais necessidade, já que está tudo resolvido”. O prefeito Tarcízio Pimenta, em entrevista ao repórter Paulo José do Acorda Cidade, confirmou que não fez contato com o Senador, nem com seu suplente, Zé Chico, tendo conversado somente com Carlos Lupi. “Estou tranquilo e paciente. Sei das dificuldades que terei ao longo do tempo. Ainda não tenho data acertada para a filiação ao partido, estou aguardando a confirmação”.

Sobre o Partido Democratas (DEM) ele afirmou que o assunto está encerrado. "O DEM está superado para mim. Não quero causar transtorno, nem dificuldades para o partido. Agradeço pelo tempo que permaneci no partido e agora ele está livre para José Ronaldo”. José Ronaldo é ex-prefeito de Feira de Santana e nome provável para concorrer às eleições em 2012. “Ele tem condição de ser candidato dentro do partido, pelo trabalho que desenvolveu ao longo da sua vida púlbica. Por isso o partido está a vontade”.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade