Bahia

‘Subsecretária Tereza Paim continua na pasta até novo nome ser confirmado para a Saúde’, afirma Rui Costa

De acordo com o governador, Tereza Paim é uma profissional muito preparada e está tomando as devidas decisões dentro de suas funções.

24/08/2021 16h31, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Gabriel Gonçalves

Após a saída do ex-secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas, a subsecretária Tereza Paim, assumiu a pasta de forma interina. Durante entrevista ao Programa Acorda Cidade na manhã desta terça-feira (24), o governador Rui Costa (PT), afirmou que ela continua na gestão da pasta, até que novo nome seja anunciado.

"Ela continua até que nós possamos substituí-la. Mas,ela já está lá há um tempo, portanto conhece toda a equipe da secretaria, é uma médica absolutamente preparada, então ela está assumindo toda as funções e no momento adequado, a gente vai tomar uma decisão final sobre isso, mas a Secretaria de Saúde é uma secretaria que eu acompanho de perto, principalmente nesse período de pandemia. A gente esteve sempre de perto e me orgulho de estar fazendo ao longo desse período o maior investimento da história da Bahia e eu diria que até do Brasil. São mais de 10 unidades hospitalares novas e já entregues e outras tantas feitas em parceria com os municípios e com isso a gente vai sempre aumentando cada vez mais os serviços de alta complexidade e melhorando o sistema de saúde em todo o estado da Bahia ao exemplo das policlínicas", afirmou.

De acordo com o governador, 20 policlínicas já foram entregues em todo o estado da Bahia, e mais três serão inauguradas em breve, a exemplo da Policlínica Regional de Serrinha.

"Eu sinto muito orgulho de ter plantado esses investimentos aqui em nosso estado, porque são 20 policlínicas entregues e nós já temos mais três concluídas, sendo duas aqui em Salvador e uma na região de Serrinha que será entregue nesse mês de setembro. Eu sempre digo que saúde é a ausência da doença, a gente não pode pensar na saúde no problema mais grave que é quando a pessoa está necessitando de uma unidade hospitalar. O ideal da saúde, é que as pessoas descubram um eventual problema mais cedo, pois a solução será mais rápida, mais simples e até mesmo, menos dolorosa", destacou.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade