Feira de Santana

Shows no Mercado de Arte devem obedecer volume de 70 decibéis

A medida acatada pela Secretaria de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec) atende solicitação da Associação dos Artesãos do MAP, a Art’Map.

01/08/2019 16h23, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

A partir de agora, os shows promovidos no Mercado de Arte Popular (MAP) deverão obedecer ao volume sonoro de 70 decibéis. A medida acatada pela Secretaria de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec) atende solicitação da Associação dos Artesãos do MAP, a Art’Map.

Por meio de ofício encaminhado ao Departamento de Turismo, o presidente da Art’Map, Ronildo Ramos, pontuou que o som acima dos limites permitidos na lei 3.736, de 12 de setembro de 2017, que dispõe sobre sons urbanos e fixa níveis e horários, tem acarretado em prejuízos.

“O sábado é o dia em que há um maior número de pessoas nas ruas e, consequentemente, é o dia em que os empreendedores têm um melhor retorno. Sons acima do estabelecido em lei e antes das 14h, vem prejudicando a comunicação e as vendas”, afirma.

A Art’Map sugere ao Departamento de Turismo que “ao liberar o palco fique estabelecido que os responsáveis pela associação tenham como intervir em caso de excesso; os testes de som comecem a partir das 13h30 e que o término das apresentações sejam as 15h45”.

  

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade