Política

Servidores citados em denúncia de assédio a vereador serão ouvidos na Câmara

Eles terão o prazo de até oito dias para fazer os seus esclarecimentos.

21/10/2021 14h36, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Maylla Nunes 

Mais uma novidade envolvendo a denúncia do vereador Paulão do Caldeirão (PSC) foi registrada nesta quinta-feira (21) na Câmara de Vereadores. O requerimento, que convocará os servidores citados na denúncia foi aprovado por 13 vereadores da Casa.

No início deste mês, o vereador alegou que o prefeito Colbert Martins (MDB) e sua equipe de governo,  assim como alguns assessores, contratava mulheres e homens para assediar e difamar vereadores.

Em entrevista ao Acorda Cidade também nesta manhã, Paulão do Caldeirão contou que os convocados, que se tratam da secretária do prefeito, Eliene Cerqueira Reis (Liu) e do ex-vereador José Fernando dos Santos Silva (José Fernando), terão até oito dias para comparecer à tribuna para apresentar os esclarecimentos.

“Esse é um requerimento da mesa, de 13 vereadores da Casa Legislativa. A Casa aprovou esse requerimento porque a secretária [Liu] e o ex-vereador [Irmão Fernando] se negaram a falar com a imprensa. Serão convocados para que eles falem. Não tenho dúvidas que eles não vão vir aqui mentir, até porque é uma convocação de funcionários públicos. O governo tem o prazo de oito dias para mandá-los e serão sabatinados pelos vereadores da Casa", frisou. 

O vereador contou que ontem foi ouvido na delegacia pelo delegado titular, Roberto Leal e que as provas, que seriam expostas à população foram ‘guardadas’ para não atrapalhar as investigações.

“Ontem fomos ouvidos, entregamos as provas que tivemos que entregar, aproveito para parabenizar o delegado Roberto Leal muito competente que vem acompanhando tudo o que vem acontecendo na cidade e agora cabe à Justiça fazer a sua investigação e mostrar quem é culpado e inocente. Entregamos muitas provas, muitas informações, peço até desculpas à imprensa porque íamos fazer uma divulgação, mas para não prejudicar as investigações entregamos à polícia."

Paulão disse ainda que Irmão Fernando, que também deverá comparecer à Câmara para prestar esclarecimento teria ‘sumido’ e a sua intimação ainda não foi entregue.

“Alguns foram notificados. O Irmão Fernando até ontem, estava sendo procurado. Se alguém aí vir o Irmão Fernando ligue para o delegado Roberto Leal para que ele possa ser intimado e prestar esclarecimentos à justiça", concluiu.

 

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.

Leia também:


Vereadores prestam queixa contra prefeito Colbert Martins

Vereador Paulão diz que prefeito contratou homens e mulheres para assediar e criar 'armadilhas' para vereadores
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Captcha

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade