Salvador

Profissionais de saúde levam música junina para pacientes

Cerca de 20 profissionais da Unidade, de diferentes especialidades, caracterizados com adereços juninos, acompanham.

23/06/2022 07h44, Por Acorda Cidade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Ascom

Pelo terceiro ano consecutivo, profissionais do Hospital Espanhol, com o apoio da equipe de musicoterapia, realizam o “Forró do EspanhÓ”, na semana do São João, levando música e alegria juninas para pacientes.

No Nordeste, São João é festa magna. Para quem é do interior dos estados nordestinos, esta é a melhor época do ano. E para quem é do interior ou até mesmo da capital, e está longe de casa e da família, em isolamento, em internação no Hospital Espanhol para tratamento da Covid?… Sabendo que depois de dois anos sem festa, a programação voltou com todo o gás. É duro. É triste. Pensando neste cenário emocional, os profissionais do HE realizaram, na semana do São João, o “Forró itinerante do EspanhÓ”.

Cerca de 20 profissionais da Unidade, de diferentes especialidades, caracterizados com adereços juninos, acompanham a banda “Música Une” – formada também por profissionais do HE – que é coordenada pelo musicoterapeuta Marcos Barbosa, visitando leitos e setores do Hospital. A música se tornou um marco de humanização no maior, e hoje único, Centro de Tratamento Covid da Bahia. Desde maio de 2020, quando o hospital foi reaberto, a musicoterapia é praticada no HE para pacientes e colaboradores.

Foto: Ascom

O forró itinerante já aconteceu nos dois anos anteriores. Mas este ano teve sabor especial com direito à composição de uma música para o evento. E o autor do hino ao São João do paciente internado foi o próprio Marcos Barbosa que coordena a musicoterapia.

“Esta música é o símbolo do trabalho que fazemos diariamente com os pacientes: tentar tirar um sorriso daquele que está chorando e sofrendo. A letra fala exatamente da motivação para a volta ao lar. É o que todos desejamos! O ritmo é de forró para alegrar o período junino e embalar a visita da banda e do grupo aos leitos dos pacientes e setores dos nossos colegas. O sorriso de um paciente é a moeda de troca do nosso trabalho”, explicou o musicoterapeuta.

A Diretora-Geral do Hospital Espanhol, Sílvia Herranz, ressalta que o projeto de musicoterapia faz parte da rotina dos pacientes internados, sendo uma aliada importante no tratamento. “Comemoramos o São João no HE, a maior celebração nordestina do ano, ofertando um pouquinho de alegria para aqueles que não poderão brincar com a família. Após dois anos sem os festejos juninos de rua, a abordagem afetiva faz com que o lúdico e descontraído seja efetivo, remetendo as memórias dos pacientes internados para além do espaço hospitalar” – disse ela.

E foi exatamente desta forma que sentiu o comerciante Vitalmiro Cardoso do Rosário, 52 anos, internado no HE desde o dia de Santo Antônio, 13 de junho, ao receber um forró de São João no seu leito 611 da Enfermaria 6C: “Por alguns instantes eu me senti fora daqui! O pessoal é bom, prestativo, me trata muito bem… mas este forró me deixou emocionado!” Ele que mora em Camaçari/BA, região onde tem muitas festas juninas.

“Dá licença! Hoje é o dia da colheita e viemos colher o seu sorriso.”

Esta é a saudação de chegada do grupo do forró itinerante a cada local do Hospital. Ele percorre todas as enfermarias com seus 80 leitos que estão com uma média ocupacional de 26% e as UTIs, também com 80 leitos totais e taxa de ocupação média em 41%. Para todos os locais a apresentação somente acontece se autorizada pelos pacientes. Nas UTIs, o grupo permanece na porta e corteja os colegas de plantão. O acesso não ocorre, em respeito e preservação do ambiente para os pacientes intubados. Na UTI 2, onde não havia paciente em intubação, o grupo entrou com um clima mais suave, tocando e cantando baixinho, atendendo à permissão e vontade daqueles que lá estavam.

Na UTI 6, o grupo ficou na parte de fora, no corredor, onde até improvisou uma quadrilha. E uma das enfermeiras da unidade, externou surpreendida: “Me pegaram de surpresa! A equipe de musicoterapia veio alegrar o nosso plantão. Ainda não estamos livre da Covid, mas, como bons baianos, estamos retomando com precaução os festejos juninos. Agradeço ao INTS por este momento de alegria e descontração no nosso ambiente de trabalho!”

A música é ponto forte da humanização do HE e do forró também. Mas os personagens juninos caracterizados também fazem parte do grupo. Tem noivo, noiva e padre – para o casamento na roça, tem rei e rainha do milho, tem capas e máscaras cirúrgicas customizadas e tem paçoquinha para adoçar o São João no hospital de quem pode comer um docinho.

Como ninguém é de ferro e as comidas juninas são muito apreciadas no paladar dos nordestinos, o destino final da viagem musical itinerante é o refeitório do HE. Lá, a noiva junina e Coordenadora de Nutrição do HE, Aline Luquini, e sua equipe recebem o grupo com uma mesa caprichada e variada dos quitutes deliciosos. Neste momento, os colaboradores relaxam, interagem e agradecem a oportunidade pelo trabalho bem-feito com dedicação, amor e humanização. Viva São João!

“O Forró Itinerante, tradição do HE, toma conta dos nossos corações nordestinos e contagia todos os colaboradores. Com a intenção de comemorar de forma responsável, a equipe interagiu, descontraiu e curtiu o momento, além de valorizar uma das grandes tradições nordestinas, que é o São João” – concluiu Sílvia Herranz, diretora-geral.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image
Categorias Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade