Saúde

Moradores do bairro Serraria Brasil protestam contra fechamento de unidade de saúde

Moradores pedem ampliação do posto, ao invés do seu fechamento.

05/08/2022 15h35, Por Laiane Cruz

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

Moradores do bairro Serraria Brasil, em Feira de Santana, estão insatisfeitos e se reuniram para protestar contra a possibilidade de fechamento da Unidade Básica de Saúde (UBS) que atende à população do local e também de outros bairros do entorno. A informação que eles receberam é que o fechamento vai ocorrer até o dia 20 de agosto.

A moradora Thamiles da Conceição Freitas reclamou sobre o fechamento do posto e questionou ao governo municipal por que não investe mais no local.

“O posto vai fechar, está com ordem de despejo, por falta de pagamento do aluguel, que está atrasado. Disseram que iriam tirar o posto daqui e colocar no bairro Irmã Dulce. Mas lá é muita gente, e quem é idoso e tem problema de locomoção vai fazer como para ir até lá?”, questionou.

A dona de casa Nilma Santos disse que vários médicos atendem na unidade, mas que faltam materiais e medicamentos para a população.

“Disseram que iriam desativar o posto, pois tem quatro meses sem pagar aluguel. E o dono pediu o imóvel. Aqui tem pediatra, clínico, enfermeira, nutricionista, e o atendimento é bom, atende muita gente. Vem gente de outros locais para o pediatra. Estava tendo falta de remédios, algodão, mas se fechar a situação fica pior. Tem muitas pessoas aqui que precisam, muitos idosos que não podem sair e os funcionários do posto iam até eles”, destacou.

A moradora Mirian Santos elogiou o atendimento dos funcionários da UBS e pede que ao invés de fecharem a unidade, realizem a ampliação. “Meu filho de 1 ano e 5 meses faz a puericultura aqui, o planejamento a gente faz aqui, e o posto é bem útil. Então para a gente a situação vai ficar pior e vai fazer falta.”

Ela confirmou também que faltam alguns materiais, como algodão para as pessoas procuram a vacina. “Ontem uma colega minha veio com o marido tomar a vacina, mas não tinha algodão para aplicar.”

A produção do Acorda Cidade buscou mais esclarecimentos da enfermeira referência da Atenção Básica, Helen Vital, porém não obteve resposta.

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image
Categorias Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Feira das MAMATAS disse:

    Infelizmente vai ter que fechar, o dinheiro que vem para saúde,ta saindo todo pelo ralo( cooperativas), a prova está aí na operação da Polícia Federal, secretário com Dinheiro em hotel e o da saúde em Londres nas ( OROPA) de férias, e o prefeito perdido e conivente com a situação, olha que ele já pegou carona na viatura da PF🚓

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade