Dia do Médico Veterinário

Entenda como a Medicina Veterinária contribui para a saúde pública

Categoria integra a Saúde Única, que busca o equilíbrio entre a saúde de pessoas, animais e ecossistemas

09/09/2023 às 11h01, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Foto: Divulgação

A atuação profissional dos médicos veterinários é ampla e contempla cerca de 80 áreas distintas, como no estudo de zoonoses, vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental, saúde animal, indústria de alimentos e produtos animais, pesquisas relacionadas a medicamentos e vacinas, ensino e outras. Não à toa, são de grande importância na promoção da saúde pública.

Coordenador do curso de Medicina Veterinária da Universidade Salvador (Unifacs), Tásio Lessa explica que a categoria faz parte da Saúde Única – uma abordagem global, multisetorial e integrada, que busca equilibrar e promover uma saúde sustentável para pessoas, animais e ecossistemas. “Estamos aptos para trabalhar desde zoonoses, doenças veiculadas por alimentos a qualquer fator que que esteja envolvido entre saúde humana e animal”, destaca.

Desde 2011, a categoria passou a fazer parte de equipes multiprofissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), no Sistema Único de Saúde (SUS). “No contexto do SUS, os médicos veterinários podem contribuir para a promoção da saúde coletiva, participando de campanhas de vacinação animal, prevenção de zoonoses (doenças transmitidas ao homem pelo animal), tais como raiva, dengue e leptospirose, desenvolvimento de políticas de saúde única, através de sua atuação dentro das equipes multiprofissionais”, explica Simone Freitas, professora e coordenadora da Clínica Veterinária da Unifacs.

Além disso, os veterinários, cujo dia é celebrado em 09 de setembro, participam de visitas domiciliares quando o assunto é o diagnóstico de risco à saúde que envolve a interação dos seres humanos com os animais e o meio ambiente. “O veterinário atua na identificação precoce de doenças em animais, na implementação de medidas de quarentena e isolamento, na supervisão da segurança alimentar e na colaboração com outros profissionais de saúde para conter a propagação de doenças”, ressalta Simone Freitas.

Diferencial

Com um mercado de atuação tão diverso, mas, também, competitivo, muitos profissionais, especialmente os recém-formados, se questionam sobre como se destacar dentro da profissão. Para o coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unifacs, Tásio Lessa, o primeiro passo é jamais abandonar os estudos, aprimorando sempre os conhecimentos. “Devemos também estar prontos para inserir as tecnologias de diagnóstico em nossa rotina, atuando de maneira ética e comprometida, sempre de modo a garantir uma saúde única de qualidade”, orienta o profissional.

Algumas funções do veterinário:

  • Coletar materiais para realização de exames laboratoriais e fornecer diagnósticos;
  • Tratar da saúde dos animais;
  • Vacinar animais;
  • Estudar e supervisionar as diferentes linhagens de animais, buscando melhoramento genético;
  • Atuar em programas de nutrição e reprodução animal
  • Atuar em Vigilância Sanitária e Epidemiológica;
  • Atuar em indústrias de produtos para animais;
  • Atuar em indústrias que usam produtos de origem animal;

-Fazer controle de zoonoses;

  • Lecionar;
  • Pesquisar;
  • Palestrar;
  • Elaborar laudos técnicos e relatórios.

Algumas vertentes da Medicina Veterinária

  • Veterinária Clínica;
  • Veterinária Cirúrgica;
  • Veterinária Esportiva;
  • Agronegócio;
  • Produção Animal;
  • Vigilância Sanitária;
  • Perícia;
  • Saúde Pública;
  • Pesquisa;
  • Docência (Ensino, pesquisa e extensão).

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade