Saúde

Dia Mundial das Alergias: médica explica os vários tipos de alergias e como evitá-las

Renata Dórea explica que as alergias podem ser controladas e a principal dica é evitar a exposição ao motivo da sua alergia.

08/07/2024 às 12h17, Por Daniela Cardoso

Compartilhe essa notícia

dermatologita renata dórea
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Nesta segunda-feira (8) é comemorado o Dia Mundial das Alergias. A médica dermatologista Renata Dórea explica que a alergia é uma resposta do sistema imunológico contra substâncias que normalmente não causam mal à maioria da população No entanto, em pessoas predispostas, o contato com tais substâncias por meio das vias respiratórias e da pele ou por ingestão leva a diferentes manifestações no organismo.

📲 NOTÍCIAS: siga o canal do Acorda Cidade no WhatsApp

Ao portal Acorda Cidade, a médica destacou que o que mais se vê em consultório são as urticárias, que são reações que se manifestam através do aparecimento de placas vermelhas e inchaços na pele. Segundo ela, as urticárias podem ser agudas, provocadas por medicamentos, alimentos e até infecções, e também as urticárias crônicas, quando elas persistem por mais de seis semanas. Nesse caso, pode não ter causa específica.

“Geralmente, as alergias se manifestam através de placas vermelhas que costumam coçar. Essas placas podem ser localizadas ou disseminadas pelo corpo. A gente também tem que ficar atento quando tem o edema, que é o inchaço dos olhos e da boca, pois aí já denota uma reação alérgica mais grave, que precisa de um atendimento mais rápido”, alertou.

A médica falou ainda sobre as alergias de contato, que geralmente são percebidas através da vermelhidão, coceira e descamação nos locais de contato com a substância que provocou a alergia. Ela citou como exemplo a reação alérgica provocada pela cola usada para colocar cílios postiços.

Os alimentos também podem causar alergias e as manifestações, de acordo com a dermatologista Renata Dórea, não são exclusivamente cutâneas. Ela informou que o paciente pode ter manifestações gastrointestinais, cardíacas, respiratórias e pode sentir a sensação na pele de inchaço, coceira e vermelhidão.

Alergia x intolerância

A médica ainda explicou a diferença entre alergia e intolerância. Segundo ela, a alergia ocorre quando tem a exposição e a pessoa tem uma reação imunológica causada em cima dessa proteína do alimento. Já as intolerâncias alimentares vão para outras manifestações.

“Por exemplo, com intolerância a lactose, a pessoa não tem uma enzima para digerir aquele alimento e ele não vai ter uma boa digestão. Desse modo, a pessoa vai apresentar outros sintomas diferentes das alergias”, afirmou a médica ao Acorda Cidade.

E como lidar com os diferentes tipos de alergia? Renata Dórea explica que as alergias podem ser controladas e a principal dica é evitar a exposição ao motivo da sua alergia.

“Em alguns casos, nós entramos com medicação, como nos casos agudos, por exemplo. Também temos medicações para controlar as alergias, mas isso é muito individual e deve ser analisado caso a caso”, destacou.

Com informações do repórter Ney Silva do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade