Cuidado com o Pet

Barulho causado por queima de fogos de artifício pode causar problemas aos animais de estimação; alerta veterinário

De acordo com o veterinário há casos em que os animais ficam tão desesperados que chegam inclusive a ter crises convulsivas.

24/06/2022 17h00, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A queima de fogos de artifício durante o São João ou em outras épocas comemorativas do ano é admirada por muitas pessoas e ao mesmo tempo é muito criticada principalmente por aquelas que prezam pelo bem estar dos seus animais de estimação. O veterinário Breno Estrela, em entrevista ao Acorda Cidade esclareceu sobre o assunto e os principais problemas que a queima destes artefatos podem causar especialmente aos cães e gatos.

Segundo ele, estes animais sofrem maiores impactos por terem uma maior sensibilidade auditiva e isso faz com que o barulho dos fogos os incomode bastante, deixando-os assustados e apreensivos. Ele ressaltou ainda, que os equinos são outra espécie que também sofre com o barulho intenso.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Os cães têm capacidade auditiva maior do que a dos humanos e para eles ter um barulho acima de 60 decibéis que equivale a uma conversa em tom alto, pode causar estresse físico e psicológico. Os fogos de artifício são considerados um meio de comemoração e já fazem parte da tradição brasileira, podem acontecer em datas comemorativas ou em jogos de futebol, por exemplo. Já recebemos vários animais vítimas de queimadura, atropelo devido a isso e neste período mesmo, aumenta o número de animais desaparecidos”, contou.

De acordo com o veterinário há casos em que os animais ficam tão desesperados que chegam inclusive a ter crises convulsivas. Tentam fugir do ambiente em que vivem e uma alternativa é medicá-los com o alguns tipos de calmantes naturais que são prescritos de acordo com a necessidade de cada um.

Dicas para deixar os animais mais calmos

Breno Estrela listou algumas dicas para proteger os animais dos barulhos ou de possíveis acidentes. Ele ressaltou ainda que não só os pets sofrem com essa prática dos fogos de artifício, mas os idosos e enfermos que estão em hospitais. O fundamental é que as pessoas adeptas a utilizarem estes artefatos procurem ter um mínimo de bom senso e os utilizem em locais mais distantes.

Ente as dicas, o veterinário pontou a importância dos proprietários manterem os animais em ambientes fechados como quartos ou garagens para abafar mais o som dos fogos, evitem deixá-los em correntes, próximos de sacadas e piscinas.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade