Refrigerantes dietéticos inibem a formação de pedras nos rins, diz estudo

Uma nova pesquisa da Universidade da Califórnia (San Francisco, Estados Unidos) sugere que os pacientes que sofrem de litíase renal, doença caracterizada pela formação de cálculos (pedras) nos rins, poderiam se beneficiar  da ingestão frequente dos refrigerantes dietéticos.   Isso ocorre porque o conteúdo de citrato e malato nestas bebidas poderia ser o suficiente para […]

21/09/2009 07h37, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Uma nova pesquisa da Universidade da Califórnia (San Francisco, Estados Unidos) sugere que os pacientes que sofrem de litíase renal, doença caracterizada pela formação de cálculos (pedras) nos rins, poderiam se beneficiar  da ingestão frequente dos refrigerantes dietéticos.
 

Isso ocorre porque o conteúdo de citrato e malato nestas bebidas poderia ser o suficiente para inibir o desenvolvimento de pedras nos rins à base de cálcio, pois estas substâncias tornam a urina mais alcalina.O aumento da alcalinidade  urinária é um fator envolvido na formação das pedras de cálcio. Os investigadores mediram o conteúdo de citrato e malato de 15  refrigerantes dietéticos populares nos Estados Unidos.
 

Informações do Cadaminuto.com

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade