Polícia

Preso um dos suspeitos de esfaquear fisioterapeuta; mulher recebeu 68 facadas e sobreviveu após se fingir de morta

Namorado da vítima, apontado como mandante do crime, já havia sido preso no dia do ocorrido. Outro homem suspeito de participar do crime está foragido.

14/03/2019 13h59, Por Rachel Pinto

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

Investigadores da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Periperi, em Salvador, prenderam, na manhã desta quinta-feira (14), Adriano Santos de Jesus, de 29 anos, suspeito de envolvimento na tentativa de feminicídio de uma fisioterapeuta, no dia 28 de fevereiro, deste ano.

Segundo a polícia, Adriano foi localizado no Alto do Saldanha, em Brotas. Ele teve a prisão temporária solicitada pela titular da especializada, delegada Simone Moutinho, após ser identificado como um dos homens contratados por Fábio Barbosa Vieira para atacar sua namorada.

De acordo com a delegada, além de Adriano, que já está à disposição da Justiça, outro suspeito, Alex Pereira dos Santos também é procurado pela participação no crime. “Qualquer informação que possa auxiliar na localização do outro envolvido pode ser encaminhada para o Disque-denúncia (3235-0000)”, destacou a titular.

De acordo com as investigações realizadas pela Deam/Periperi, Fábio contratou a dupla para matar sua namorada após perceber que ela terminaria o relacionamento com ele. “A vítima foi atacada no próprio carro, com mais de 60 golpes de faca, mas resistiu e foi socorrida para o Hospital do Subúrbio”, explicou a delegada Simone Moutinho.

O suspeito de ser o mandante do crime foi preso em flagrante no mesmo dia e permanece no sistema prisional. Ele também irá responder por tentativa de feminicídio.

 Foto: Reprodução/Redes Sociais

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade