Saidinha Bancária

Presidente do Fluminense de Feira é baleado em saidinha bancária

Luizinho saiu de uma agência do banco Itaú portando uma quantia de R$ 4.700,00 para liquidar uma dívida de contribuições sociais do clube que foi recentemente renegociada junto ao INSS

17/08/2011 15h01, Por Thiago Fonseca

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Thiago Fonseca

O atual presidente do Fluminense de Feira, Luiz Paolilo, foi assaltado no início da tarde desta quarta-feira (17) em Feira de Santana. O dirigente do clube disse ao Acorda Cidade, que saiu de uma agência do banco Itaú portando uma quantia de R$ 4.700,00  para liquidar uma dívida de contribuições sociais do clube que foi recentemente renegociada junto ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). 

 
Ao sair do banco, Luizinho foi buscar o filho dele no colégio quando recebeu uma ligação da esposa pedindo para também buscá-la no trabalhoQuando chegou ao CADH (Centro de Atendimento ao Diabético e Hipertenso), na avenida São Domingos, próximo ao bar O Cortiço, no bairro Santa Mônicadois homens armados anunciaram o assalto
 
Paolilo afirmou que no primeiro momento pensou que fosse brincadeira, mas instantes depois percebeu que se tratava de um assalto e apanhou sua carteira entregando aos assaltantes. “Queremos o dinheiro que você acabou de sacar”, falou um dos assaltantes. Além de levar a quantia de  R$ 4.700,00 a vítima foi alvejada por dois tiros, um na altura da perna e o outro na coxa.
 
O médico Richard Leahy, que realizou os primeiros procedimentos no Hospital HTO, inicialmente lamentou a realidade de violência e insegurança que assola não Feira de Santana bem como todo o país.
 
 “Não houve nenhuma lesão muscular, graças a Deus os tiros não atingiram nenhum órgão vital, um dos tiros foi na perna, que por três dedos não atingiu a veia femural que neste caso seria mais preocupante”, disse o médico.
 
O médico afirmou ainda que Luizinho como é mais conhecido deverá ter alta no final da tarde, mas deverá ficar em repouso por 72 horas. As informações são do repórter Ed Santos do programa Acorda Cidade.
 
Fotos: Ed Santos/Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade