Feira de Santana

Presidente da Fundação Egberto Costa diz que está buscando melhorias para a Biblioteca Municipal

O presidente da Fundação Egberto Costa, Antônio Carlos Coelho, diz o que está sendo feito para melhorar a situação.

31/01/2019 10h30, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Daniela Cardoso e Ney Silva 

A biblioteca Arnold Silva vem sendo alvo de críticas de estudantes e de pessoas que frequentam o equipamento público. Segundo eles, no interior da biblioteca o calor é muito forte, principalmente no período da tarde, por falta de climatização e há poucos ventiladores. Também faltam estantes para os livros doados para o acervo. O presidente da Fundação Egberto Costa, Antônio Carlos Coelho, diz o que está sendo feito para melhorar a situação.

“A biblioteca está passando por um momento delicado, o que impede a administração da fundação municipal de climatizar totalmente as salas de leitura, em razão de estarmos precisando realizar um serviço na rede elétrica. Temos constantemente feito pequenos serviços para que a rede suporte os ventiladores e outros aparelhos que existem na área administrava, mas para climatizar totalmente a biblioteca, vai ser preciso realizar um serviço mais completo na parte elétrica”, afirmou.

Antônio Carlos Coelho informou que uma empresa já foi contratada e que já elaborou um projeto moderno elétrico e de iluminação. Ele acrescenta que o projeto já encontra-se na secretaria municipal de Planejamento para que os custos sejam definidos com o objetivo de solicitar uma licitação para a contratação de uma empresa para realizar a reforma na rede elétrica e montar a nova iluminação. O presidente pediu paciência às pessoas que frequentam a biblioteca Arnold Silva.

“Peço paciência aos leitores, temos colocado ventiladores para minimizar a situação, porém os próprios leitores arrastam os ventiladores de um lado para o outro e terminam quebrando os equipamentos. Recentemente, em dezembro, consertamos 26 ventiladores quebrados pelo mau uso por parte dos leitores”, informou.

Quanto às estantes, ele informou que já foi solicitada a aquisição no final do ano passado, mas já estava encerrando o exercício financeiro da instituição e não havia mais recursos. Antônio Carlos Coelho destacou que no mês de fevereiro as novas estantes devem ser adquiridas.


 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade