Política

Prefeito diz que falta de recursos atrasou pagamentos de obras em Feira de Santana

O prefeito falou ainda sobre algumas reclamações que chegaram até ele sobre problemas em alguns pavimentos do projeto Novo Centro, sobretudo de alagamentos, após as fortes chuvas que caíram na cidade.

22/12/2021 17h10, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Laiane Cruz

Questionado na manhã desta quarta-feira (22) sobre atrasos nas obras da Avenida Rubens Francisco Dias e Projeto Novo Centro, o prefeito Colbert Martins declarou que a prefeitura está buscando recursos para efetuar o pagamento, em atraso, das empresas responsáveis pela prestação do serviço.

“Estamos com as obras em andamento, e o que está acontecendo lá é que houve um atraso no pagamento. Fui a Brasília buscar recursos para pagar o Projeto Novo Centro, a Rubens Francisco Dias e as obras dos viadutos, que são recursos da Caixa Econômica. A empresa parou as obras porque não tive condições de pagar”, afirmou o prefeito Colbert Martins.

Segundo ele, o débito da prefeitura gira em torno de R$ 10 milhões. “Eu recebendo, pago tudo, e as empresas concluirão o seu trabalho. Então não se trata de obra inacaba, está em andamento. No ano passado, tivemos denúncias sobre o centro com problemas, e esse ano já não tiveram mais. Mas, a partir de agosto houve uma suspensão do governo federal de empréstimos e eu estou lutando pela liberação”, destacou.

Conforme o gestor municipal, o dinheiro das obras é garantido, de empréstimos já tomados. “O que houve é que o governo federal suspendeu em agosto todos os empréstimos no Brasil e começou a liberar a partir de outubro. Perdemos os prazos, e a Caixa Econômica também. Estive em Brasília semana passada buscando essa liberação, que é da ordem de R$ 30 milhões. Não caiu na conta, mas a movimentação já foi feita. O Projeto Novo Centro e os viadutos eu não conclui o pagamento também por falta de recursos”, salientou.

O prefeito falou ainda sobre algumas reclamações que chegaram até ele sobre problemas em alguns pavimentos do Projeto Novo Centro, sobretudo de alagamentos, após as fortes chuvas que caíram na cidade.

“O secretário Brito fez uma vistoria em alguns desses lugares. Fui a Salvador e há muito tempo não vejo uma chuva daquela, com os passeios cobertos de água. A chuva ontem foi bastante forte e parece que prossegue nos próximos dias. Mas, com a drenagem concluída vai resolver a questão”, justificou. 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade