Em vídeo

Prefeito critica falta de investimentos na segurança pública em Feira de Santana: ‘Até o combustível é racionado’

Colbert disse que a população pobre está sendo exterminada pela violência.

30/05/2021 20h28, Por Andrea Trindade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Andrea Trindade

O prefeito Colbert Martins publicou um vídeo nas redes sociais, na noite deste domingo (30), chamando a atenção do governo do estado para os problemas relacionados à segurança pública em Feira de Santana. O prefeito, que esteve no Ministério da Justiça, em Brasília, em busca de recursos voltados para a segurança no município, criticou a situação do Complexo Policial Investigador Bandeira, a pouca quantidade de companhias da Polícia Militar existentes em Feira e destacou o avanço da criminalidade.

“A criminalidade em Feira de Santana está ficando intolerável. Abril teve recorde de 45 assassinatos. Em maio, já passamos das 30 mortes e o mês nem acabou. A população pobre de Feira está sendo exterminada. Enquanto isso, as lideranças políticas do governo do estado em Feira são cegas, surdas e mudas, fazem de conta que está tudo normal. Há 10 anos, prometeram a instalação de cinco bases de segurança da PM na cidade, mas até agora instalaram apenas duas. A PM tem quatro companhias em Feira (zona urbana). Só a orla de Salvador tem cinco”, declarou.

Colbert aponta omissão do estado no combate à criminalidade e diz que a polícia não dispõe de recursos suficientes para enfrentar a violência.

“A PM tem sete anos sem aumento de salário, isso mesmo, sete anos, sem aumento de salário para a PM e para  a Polícia Civil. A polícia tem pouca tecnologia e não tem recursos suficientes para enfrentar as facções criminosas que avançam em Feira de Santana. O Complexo Policial Investigador Bandeira é uma vergonha, até o combustível (das viaturas) é racionado. Feira de Santana é um polo de desenvolvimento de toda a região, e o município não pode continuar vivendo esta situação de criminalidade desenfreada, sem providências concretas, estratégicas e realmente eficientes. Feira está com medo. Chega de omissão!”, concluiu.
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade