Economia

Preço dos celulares dispara no Brasil, apesar da baixa no mercado

Procura por aparelhos não acompanhou aumento nos valores.

26/10/2020 às 09h54, Por Rachel Pinto

Compartilhe essa notícia

Acorda Cidade

Quem está pesquisando diferentes modelos de celular para adquirir pode acabar se assustando com os preços, já que os valores dos eletrônicos parecem ter aumentado durante os últimos meses. De acordo com a pesquisa IDC Brazil Mobile Phone Tracker Q1 2020, realizado pela consultoria IDC, essa percepção é real, já que os preços de celulares no Brasil aumentaram até 266% no primeiro trimestre de 2020 em comparação com o mesmo período de 2019.

Segundo o estudo, o preço dos aparelhos celulares no mercado oficial durante o primeiro trimestre de 2020 ficou 15,1% mais alto por causa do dólar, e a média foi de R$ 1.473. Os mais vendidos – com 5,1 milhões de unidades – foram os intermediários premium, com preço entre R$ 1.000 e R$ 1.999, e alta de 53% no valor. Já os da categoria premium, entre R$ 2.000 e R$ 2.999, venderam 1,2 milhão de unidades e apresentaram 266,5% de aumento no preço em relação a janeiro e março de 2019. Os feature phones ficaram 62,1% mais caros, custando, em média, R$ 177.

Em contrapartida, o número de celulares vendidos não cresceu. Na realidade, foram comercializadas 10,4 milhões de unidades no período – 8,7% a menos do que no ano passado. Normalmente, o aumento do preço de um produto está associado a uma crescente na demanda, o que não aconteceu nesse caso.

Possíveis causas

Não se sabe ao certo o motivo por trás do aumento do preço dos aparelhos, apesar da diminuição da demanda, mas é possível levantar algumas hipóteses para o cenário. Um dos fatores que provavelmente impactou o valor dos smartphones foi o desabastecimento do varejo no começo da pandemia do novo coronavírus. O lockdown e o fechamento do comércio na China fizeram com que os fabricantes que dependiam de componentes chineses encontrassem problemas em garantir a normalidade da produção, já que não havia a fabricação e comercialização das peças. Além disso, muitas pessoas precisam remanejar os gastos durante a pandemia, priorizando as compras e outros produtos.

Com a alta dos preços, pode ser difícil para algumas pessoas adquirir um novo aparelho celular no atual período. Assim, garantir o cuidado com o eletrônico atual se torna uma tarefa ainda mais importante, já que isso pode aumentar a vida útil do item. Uma das principais medidas é contratar um serviço de seguro para Samsung, Apple ou aparelhos de outras marcas, com cobertura de roubo, furto e acidentes domésticos, como quedas e contato com líquidos. Além disso, outros cuidados, como o uso de capinha e película protetora, também são essenciais.
 

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade