Política

Vereadora Eremita Mota é eleita nova presidente da Câmara Municipal

Eremita Mota é a primeira mulher a ocupar a presidência da Câmara Municipal de Feira de Santana.

14/06/2022 11h30, Por Acorda Cidade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

A vereadora Eremita Mota (PSDB), foi eleita por unanimidade, como nova presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Feira de Santana. A eleição aconteceu na manhã desta terça-feira (14) na Casa da Cidadania.

A composição da Mesa Diretora para o Biênio 2023-2024, ficou da seguinte forma:

Presidente: Eremita Mota
Vice-Presidente: Fernando Torres
Vice-Presidente: Paulão do Caldeirão
Vice-Presidente: Ron do Povo
Secretária: Lu de Ronny
Secretário: Pastor Valdemir
Secretário: Edvaldo Lima
Corregedoria: Galeguinho SPA

A posse será realizada no dia 1º de janeiro de 2023. Eremita Mota é a primeira mulher a ocupar a presidência da Câmara Municipal de Feira de Santana e está em no quinto mandato.

Em entrevista ao Acorda Cidade, na manhã desta terça-feira (14), a nova presidente da Câmara afirmou que houve uma boa articulação para que fosse candidata ao cargo.

“Foi uma boa articulação, a princípio nós tínhamos todo o grupo dos dez, digo até dos onze com Fernando Torres e depois nós fomos conquistamos o voto dos demais e aconteceu. Só o vereador Correia Zezito que não esteve presente na votação. O legislativo é uma caixa de ressonância, e tudo o que ocorre aqui, o desejo da população é que as coisas sejam resolvidas. Estamos aqui para que isso aconteça da melhor forma possível para a população com os colegas, amigos e com a imprensa que faz um trabalho brilhante na Câmara. Todos terão o meu carinho”, frisou.

Eremita comemorou também sobre ser a primeira mulher a ocupar a vaga da presidência na Câmara. Para ela, é um “desejo que se concretiza”.

“É o desejo de tantas mulheres, cada voto aqui dos vereadores vem do desejo de muitas mulheres que questionavam por que eu não era presidente, mas eu sempre explicava como era a resolutividade da Casa. Mas, um dia eu disse que se estivesse no livrinho da vida, iria se concretizar e hoje temos uma mulher no poder da Casa Legislativa de Feira de Santana. É muito orgulho”, disse.

Sobre seus planos para o biênio, a vereadora declarou que ainda está em processo de observação e buscando as necessidades da população durante este ano. Mas, segundo Eremita, um grande projeto da presidência da Câmara atual ao município, é a reforma da Casa que acontecerá ainda neste ano.

“Buscarei construir um projeto de respeito, solidariedade, carinho, civilidade e continuar com o papel de fiscalizar como o presidente já buscou e obteve nesta legislatura. Vamos dar continuidade a este trabalho. De imediato, o que nós temos é que o presidente vai procurar reformar a Câmara que já é um legado importante e as demais coisas, vamos aprender neste semestre para colocar em prática”, finalizou.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Ricardo disse:

    Até que em fim saiu essa mosca morta do FERNANDO TORRES, que so fazia atrapalhar a gestão alheia, coisa que sempre fez bem ,desde que era deputado .

    1. Emmanuel Oliveira disse:

      Você disse tudo e mais um pouco ai agora. Esse daí desandou a cidade toda.

      1. Marcone Santiago disse:

        Fernando Torres irá fazer falta, pois ele desempenha o verdadeiro papel de um vereador que é fiscalizar e deixar a população ciente de tudo que acontece nos bastidores.

    2. Rafaela disse:

      E você acha que Eremita é diferente #sqn

  2. Ricardo disse:

    O papel do vereador realmente é fiscalizar a getsão publica do municipio ,mais quando existem interesses pessoais e alheios ,essa fiscalização passa a ser pessoal e partidária ,coisa que esta acontecendo em Feira ,por vingança de alguns , por não aceitarem perder nas urnas ,que foi uma decisão democrática ,”ACEITAR CAUSA MENOS DOR ” .

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade