Policiais aderem a movimento e viaturas deixam de circular

Em entrevista, veiculada nesta manhã (10) no Programa Acorda Cidade, o governador Jaques Wagner informou que providências já estavam sendo tomadas para garantir a tranquilidade à população e o policiamento nas ruas da capital e do interior.

10/08/2009 18h12, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Policiais Militares de Feira de Santana suspenderam o policiamento, feito através de viaturas, nesta segunda-feira (10). A ação faz parte da “Operação Legal”, coordenada pelas Associações de Praças da Polícia Militar da Bahia. Por causa mobilização, algumas empresas da cidade encerram o expediente mais cedo e unidades de ensino deixaram de funcionar. A mobilização acontece em várias cidades do interior, além de Salvador.

Para o tenente coronel Sérgio Luiz Baqueiro, comandante do 1ºBPM (Batalhão da Polícia Militar de Feira), a manifestação dos policiais foi “ordeira e o número de ocorrências registradas, no dia de hoje, foi dentro da expectativa”. Durante contato com o repórter Ney Silva, do Acorda Cidade, o comandante explicou que houve uma redução operacional no número de viaturas, mas a guarda montada e o policiamento a pé foram realizados pelos militares.

Os policiais reivindicam melhores condições de trabalho. Entre as reivindicações estão à aquisição de armamento, coletes e viaturas. A categoria também quer a realização de cursos de direção de carros de emergência. Em entrevista, veiculada nesta manhã (10) no Programa Acorda Cidade, o governador Jaques Wagner informou que providências já estavam sendo tomadas para  garantir a tranquilidade à população e o policiamento nas ruas da capital e do interior.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade