Polícia

Suspeito de homicídio em Feira de Santana é preso em Minas Gerais

O delegado Gustavo Coutinho disse que o crime foi passional

06/11/2023 às 18h05, Por Rachel Pinto

Compartilhe essa notícia

Homem encontrado morto
Foto: Enviada via WhatsApp

O delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios (DH), informou ao Acorda Cidade nesta segunda-feira (6), que já está preso o suspeito do assassinato de Gerlânio Vieira Alves, de 45 anos. O crime ocorreu no dia 30 de setembro no bairro Calumbi em Feira de Santana.

Segundo o delegado, ele foi preso em Brumadinho, no estado de Minas Gerais, no dia 26 de outubro. A informação foi divulgada pela Polícia Civil, nesta segunda-feira (6).

Gerlânio foi morto com vários chutes e socos na cabeça e teve a cabeça esmagada ao ser atropelado pelo autor.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Ontem (5), familiares e amigos de Gerlânio que era conhecido como Ceará e era visto como uma pessoa muito amiga e querida, fizeram uma homenagem para ele e um protesto para cobrar das autoridades mais celeridade na conclusão do inquérito policial e prisão do assassino.

O delegado Gustavo Coutinho disse que o crime foi passional, motivado por ciúmes e que o autor matou Gerlânio porque ele estava se relacionando com a sua ex-companheira.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Estamos em fase avançada, já foram ouvidas várias testemunhas, um crime elucidado, já temos a autoria”, concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Leia também:

Polícia identifica autor do homicídio contra homem no bairro Calumbi

Familiares e amigos se reúnem em homenagem e para pedir justiça pela morte de homem morto no bairro Calumbi

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Parabéns a polícia por cumprir sua função e por o criminoso atrás das grades, agora cabe a justiça fazer a sua parte também e trazer a família da vítima um conforto que não trará o seu ente querido de volta, contudo fazer se cumprir a Lei. Dura Lex, Sed Lex.

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade