Polícia

Segurança Pública: Operação Força Total abrange os 417 municípios baianos

Até às 18h30, a PM abordou mais de 43 mil pessoas e mais de 23 mil veículos, e aprendeu armas e veículos com restrições de roubo.

15/09/2023 às 20h47, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (15), a Polícia Militar da Bahia realiza a 12ª edição da Operação Força Total nos 417 municípios baianos. A operação tem como objetivo ampliar a ostensividade da tropa e realizar abordagens preventivas (blitze) visando a apreensão de drogas, armas de fogo e prender criminosos com o emprego máximo do efetivo policial (administrativo e operacional).

Até às 18h30, a PM abordou mais de 43 mil pessoas e mais de 23 mil veículos (carros e motos). As abordagens resultaram na apreensão de 12 armas de fogo, na recuperação de sete veículos com restrição de furto e roubo, na prisão em flagrante de 14 pessoas e no cumprimento de 5 mandados de prisão.

Na Bahia, os policiais mobilizados para a Força Total atuam a pé, com a utilização de viaturas (carros, motos e bases móveis), cavalos e aeronaves em áreas urbanas e rurais. A operação segue até às 22h de hoje.

Balanço – A Operação Força Total, no acumulado das 12 edições, já retirou 218 armas de fogo de circulação, prendeu 382 criminosos em flagrante, recuperou 196 veículos e registrou 1397 ocorrências envolvendo drogas. Os policiais também encaminharam 896 pessoas às delegacias, apreenderam 79 adolescentes e cumpriram 155 mandados de prisão nos 417 municípios baianos.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Que esse trabalho não pare por tão cedo, esses últimos dias deu pra perceber que PM juntamente polícia civil vem fazendo muitas abordagens, isso mesmo tem incomodar esses bandidos a Bahia não aguenta mais tanta violência e feira tem receber um efetivo maior.

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade