Feira de Santana

Secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização visita Conjunto Penal de Feira de Santana

De acordo com o gestor da pasta, todas as providências estão sendo tomadas para que outros episódios não possam acontecer.

10/01/2023 às 12h35, Por Gabriel Gonçalves

Compartilhe essa notícia

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Após a execução de três detentos no Conjunto Penal de Feira de Santana na noite do último sábado (7), o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) José Antônio Maria Gonçalves, esteve visitando a unidade prisional na manhã desta terça-feira (10).

Em coletiva de imprensa, o secretário informou que inspeções foram feitas na unidade, e constatou a pacificidade no Conjunto Penal. Segundo ele, todas as providências já foram adotadas.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Nós viemos aqui no dia de hoje para constatar a pacificação da unidade. Aconteceu o que aconteceu infelizmente, lamentamos pelo fato ocorrido entre a noite de sábado e o domingo, mas estou aqui justamente para confirmar como a unidade está nesse momento. Fizemos um sobrevoo, verificamos que tudo está em ordem, os detentos estavam nos pátios, aqueles que trabalham, estavam realizando suas funções, mas desde já, informo que todas as providências já foram adotadas, já tiramos aqueles que precisávamos tirar e vamos solicitar outras transferências”, afirmou.

Segundo o secretário, é imprevisível evitar que eventualidades desta natureza possam acontecer novamente na unidade, pois se trata de detentos que fazem parte de organizações criminosas.

“Isso é imprevisível. Você não pode dizer que isso não acontecer mais, estamos lidando com facções criminosas, estas facções existem, acontecem guerras entre elas, como aconteceu agora. Estamos providenciando a CFTV, os body scans, o scanner para evitar as revistas de constrangimentos”, contou.

Ainda de acordo com o secretário, as visitas serão normalizadas, mas destacou que não é possível evitar a entrada de alimentos por parte dos familiares.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“As visitas serão normalizadas assim que as operações forem encerradas. Estes detentos confeccionaram os cordões através de saquinhos, ou seja, um trabalho diário, onde eles confeccionaram este material através dos saquinhos de mantimentos que recebem, então não tem como evitar isso”, pontuou.

Leia também:

25 detentos são transferidos do Conjunto Penal de Feira de Santana após execuções

Presos envolvidos nos homicídios do Conjunto Penal de Feira de Santana são identificados

3 detentos são executados no Conjunto Penal de Feira de Santana

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade