Polícia

Mulher pula de carro por aplicativo para fugir de tentativa de abuso sexual

Vítima estava em uma festa de formatura e por volta das 2h desse domingo (12), uma amiga dela pediu viagem em um aplicativo de transporte para o bairro de São Rafael, em Salvador.

13/11/2023 às 08h31, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Deam salvador
Foto: Haeckel Dias/Polícia Civil

Uma mulher pulou de um carro para fugir de uma tentativa de abuso sexual de um motorista por aplicativo na madrugada deste domingo (12), próximo ao Centro Administrativo da Bahia (CAB), na Avenida Paralela, em Salvador. Ela foi encaminhada para uma unidade de saúde, teve alta e passa bem. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito do crime é procurado.

A vítima, que preferiu não se identificar, estava em uma festa de formatura em um espaço de festa que fica no Horto Bela Vista e por volta das 2h uma amiga pediu para ela uma viagem no aplicativo de transporte Uber para o Conjunto Colinas de Pituaçu, no bairro de São Rafael.

Em nota, a Uber informou que considera inaceitável qualquer tipo de comportamento abusivo contra mulheres e que o motorista teve a conta desativa da plataforma assim que a empresa soube da situação.

A mulher relatou que estava sozinha no veículo e enviou uma captura da tela do celular, que mostrava os detalhes da corrida do aplicativo, para a namorada. Disse ainda que quando estava na Avenida Luiz Viana Filho, conhecida como Paralela, próximo ao CAB, o motorista teria parado o carro e usado a força física para segurar ela e a abusar sexualmente.

A mulher falou que decidiu então abrir a porta e se jogar do veículo. A bolsa dela, que tinha aparelho celular e documentos dentro, ficou dentro do carro. Ela contou que caminhou cerca de 500 metros e chegou na passarela de acesso à Estação de Metrô CAB.

No local, ela afirmou que foi ajudada por um segurança da concessionária CCR Metrô Bahia, responsável pela operação do sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Marcos, a cerca de 5 km do local onde aconteceu a suposta tentativa de abuso sexual. Ela foi atendida e teve alta médica. Não há detalhes sobre os ferimentos que a vítima teve.

A CCR Metrô informou que agentes de atendimento e segurança acolheram uma mulher e levaram ela para uma unidade de saúde. O caso será investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas.

Nota emitida pela plataforma Uber

A Uber considera inaceitável qualquer tipo de comportamento abusivo contra mulheres e acredita na importância de combater e denunciar casos de assédio e violência. O motorista teve sua conta desativada da plataforma assim que a empresa tomou conhecimento do episódio. A Uber se coloca à disposição para colaborar com as autoridades no curso das investigações. A empresa defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro. Por isso, desde 2018 a empresa mantém o compromisso de participar ativamente do enfrentamento da violência contra a mulher e segue investindo constantemente em conteúdos educativos contra o assédio para motoristas.

Em conjunto com o Instituto Promundo, foi lançado o Podcast de Respeito. A empresa também lançou uma campanha educativa de combate ao assédio em parceria com o MeToo Brasil. Além disso, também em parceria com o MeToo, a plataforma possui um canal de suporte psicológico para apoiar vítimas de violência de gênero, que já foi disponibilizado para a usuária. Segurança é uma prioridade para a Uber e inúmeras ferramentas atuam antes, durante e depois das viagens para torná-las mais tranquilas, como, por exemplo, o compartilhamento de localização, gravação de áudio, gravação de vídeo, detecção de linguagem imprópria no chat, botão de ligar para a polícia, entre outros.”

Fonte: G1

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Quem usa aplicativo Uber, principalmente em Feira, espera o mínimo de agilidade, segurança e urbanidade. Alguns motoristas usam bermudas, até “short”, sandálias, excesso velocidade, imprudência, não levanta do assento nem pra ajudar um idoso a entrar no veículo e muito menos ajudar a colocar uma bagagem no carro. Ainda bem que são “minoria”. Falta fiscalização, orientação, preparo, educação, e um contato DIRETO dos responsáveis para possíveis denúncias. Só querem faturar?

    1. Cada motorista deve investir em câmeras online dentro do veículo para evitar esse tipo de situação. Pois fica uma palavra contra a outra e muitas pessoas mentem.” Não sei se é esse o caso em questão”. E mulher tem sempre razão.

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade