Polícia

Decarga recupera carga de placas solares avaliada em mais de meio milhão de reais

A carreta, com todo o material, havia sido interceptada por criminosos no município de Biritinga.

10/06/2022 11h34, Por Acorda Cidade

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil da Bahia, através da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Carga (Decarga), em operação do Departamento de Polícia do Interior (Depin), denominada Unum Corpus, conseguiu recuperar no início da semana, em uma loja na cidade de Irecê, uma carga de painéis solares e inversores avaliados em mais  de R$ 520.000. A carreta, com todo o material, havia sido interceptada por criminosos no município de Biritinga, que mantiveram a vítima em cativeiro por várias horas e abandonaram na divisa do estado de Sergipe.

Inicialmente a carreta foi recuperada logo no dia seguinte sem o material. A Decarga, participando da presente operação, através de um trabalho de inteligência, teve informações que nas regiões de Irecê e Xique-Xique possuíam pequenas usinas solares e possivelmente algum receptador poderia comprar todo o material. Os investigadores seguiram para a região e com a ajuda de câmeras de vídeo monitoramento e informações de colaboradores, acabou descobrindo que um comerciante havia adquirido toda a carga.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Ele foi conduzido com sua esposa para a especializada e confessou o crime, revelando ter pago a quantia de 40mil reais aos criminosos. O material estava à venda no seu estabelecimento comercial na Avenida Santos Lopes na cidade de Irecê. Toda a carga foi recuperada e devolvida ao proprietário e os conduzidos irão responder pelo crime de receptação qualificada.

A Decarga já possui o nome do indivíduo que intermediou a venda e da pessoa que recebeu a quantia através PIX do comerciante.  A investigação continua até que outros envolvidos sejam identificados e indiciados.

O delegado Gustavo Coutinho disse ao Acorda Cidade que imagens de câmeras de videomonitoramento ajudaram na investigação e a localizar o material na cidade de Irecê.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

“ O comerciante havia adquirido as placas pela quantia de 40 mil reais, uma carga que vale 520 mil. Ele sabia que trava-se de produto roubado e ele ia comercializar e ganhar o dobro desse valor com a venda. Tanto ele, quanto a esposa foram conduzidos à delegacia e vão responder pelo crime de receptação qualificada cuja pena é de 3 a 8 anos prisão”, encerrou.

Colaborou o repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

image image image image image image
Categorias Polícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade