Salvador

Comando das forças de segurança destaca integração no combate ao tráfico de drogas em Valéria

Dois fuzis, duas pistolas, carregadores e munições foram apreendidos durante a ação.

15/09/2023 às 16h25, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Operação em Valéria
Foto: Alberto Maraux/Ascom SSPBA

Os titulares das forças de Segurança Pública da Bahia deram detalhes sobre operação realizada no bairro de Valéria, nesta sexta-feira (15), em coletiva de imprensa promovida no Centro de Operações e Inteligência (COI), no Centro Administrativo.

De acordo com o secretário Marcelo Werner, o Rei de Espadas do Baralho do Crime da SSP, foi localizado após confrontar com policiais das forças federal e estadual de segurança. O criminoso, que integrava uma facção, foi atingido e acabou não resistindo aos ferimentos. Outros três suspeitos também atacaram as equipes e terminaram mortos em confrontos. Dois fuzis, duas pistolas, carregadores e munições foram apreendidos durante a ação.

Operação em Valéria
Foto: Alberto Maraux/Ascom SSPBA

“Estamos empenhados na captura dos traficantes que acertaram três policiais. Não descansaremos até encontrarmos todos os criminosos envolvidos. A polícia e a sociedade têm um inimigo: o crime organizado. Vamos juntos combater as facções”, frisou Werner, solicitando ainda que a população ajude através dos telefones 181 (Disque Denúncia) e 190 (Centro Integrado de Comunicações).

O comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Paulo Coutinho, explicou a parceria entre as forças na operação. “É uma operação integrada, com o envolvimento das três forças: Polícia Federal, Polícia Militar e Polícia Civil. Nós estivemos dando um aporte significativo. Quero reiterar que a Polícia Militar está na rua, combatendo o crime, para levar uma segurança cada vez melhor aos cidadãos baianos”, afirmou.

Operação em Valéria
Foto: Alberto Maraux/Ascom SSPBA

Também presente na coletiva, a delegada-geral da Polícia Civil da Bahia, Heloísa Brito, destacou o empenho das equipes para garantir a segurança em todo o estado. “Nós não vamos desistir, nós não vamos parar. A Bahia não é um local de criminosos. Vamos prosseguir até levar para o julgamento da lei todos os indivíduos envolvidos, não só nesse conflito, mas que desafiem a tranquilidade da sociedade baiana”.

Ainda segundo Heloísa, a Polícia Civil sempre teve uma grande interação com a Federal, por serem polícias judiciárias, uma no âmbito federal, outra no âmbito estadual. “O trabalho de uma acaba complementando o da outra. A Polícia Federal se debruça sobre o tráfico internacional de drogas e de armas, e isso reverbera no trabalho da Polícia Judiciária estadual”, esclareceu.

Participaram também da coletiva o subsecretário da SSP, Marcel de Oliveira, o superintendente Regional da Polícia Federal, Flávio Albergaria, além de outras autoridades policiais.

Leia também:

Leia também:

“Estamos em uma guerra contra o crime”, diz Jerônimo Rodrigues sobre a Segurança Pública da Bahia

Governador Jerônimo Rodrigues lamenta morte de policial federal durante operação em Salvador

4 envolvidos em disparos contra policiais em Salvador morrem em confronto com a Core da Polícia Civil

Identificados policiais feridos em Salvador; um deles morreu

Um policial morre e dois ficam feridos durante megaoperação em Salvador; 2 criminosos morreram

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. O que vi descendo de viatura agora à noite pro trecho do combate, sei não. Vai sobrar muita gente. Agora, uns 5 cachorros guiando a polícia no mato evitaria surpresas desagradáveis.

  2. Estava na hora de uma intervenção, mesmo que se diga que é outra coisa. Tomara que o judiciário não continue prejudicando com seus julgamentos a favor dos criminosos.

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade