Polícia

Agente morto durante operação em Salvador estava há dez anos na Polícia Federal

Lucas Caribé Monteiro de Almeida tinha 42 anos e foi atingido nesta sexta-feira (15), no bairro de Valéria.

15/09/2023 às 16h31, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

Foto: Arquivo Pessoal

O agente de Polícia Federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, de 42 anos, morto nesta sexta-feira (15), durante a operação que também registrou as mortes de quatro homens após um confronto em Salvador, era lotado no Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Bahia.

Baiano de Salvador, Lucas Caribé era solteiro e não tinha filhos. Ele ingressou na Polícia Federal em 2013, na Superintendência Regional no Pará (SR-PA), sendo inicialmente lotado na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (DELEPAT-PA) e, em seguida, na Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE-PA).

Foto: Arquivo Pessoal

Passou a integrar, em 2019, a Superintendência Regional da Polícia Federal na Bahia, sendo lotado, inicialmente, no Núcleo Especial de Polícia Marítima (NEPOM). Atualmente, fazia parte do quadro de policiais do Grupo de Pronta Intervenção (GPI).

O Diretor-Geral substituto da Polícia Federal, Gustavo Paulo Leite de Souza, decretou luto oficial de três dias.

A previsão é de que o corpo de Lucas Caribé seja cremado no final da tarde desta sexta-feira.

Fonte: G1

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. As forças de segurança(polícia; Militar, cívil, PRF e PF) sempre combatendo o narcotráfico e os narcotraficantes e a Suprema corte querendo “legislar” em favor de liberação das drogas, onde o Brasil vai parar…. Caminhos escusos…

  2. Uma perda irreparável para a sociedade, homem bem preparado e advindo de outros estados, treinado no combate aos criminosos de alta periculosidade. Não era um engomadinho e a PF ainda é a um modelo para toda e qualquer polícia desse país. Condolências aos amigos, família e à sociedade.

  3. Lamentável..
    O que me deixa mais triste ainda é as autoridades discutindo liberacao de drogas..
    E os guerreiros morrendo pelas mãos de traficante..

  4. Lastimável este acontecimento onde vitimou o agente da polícia federal no exercício da sua função a profissão é de risco à todo tempo meus pêsames aos amigos familiares e toda a corporação da polícia Federal

  5. A PF é para correr atrás de políticos, drogas em portos e aeroporto, golpe CEF, passapotes, bater de testa com Cv, PCC, BDM só a choco e catinga e peto, sangue no olho coração pedra, coisa para engomadinho não!! com todo respeito a família!! Meus pêsames !!

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade