Bahia

Pesquisadores da UFRB descobrem nova espécie de planta exclusiva da Bahia

Os pesquisadores responsáveis pelo estudo e descoberta são: Lidyanne Aona (UFRB), Everton de Souza (UFRB), Railson de Almeida Júnior (UFRB), Lucas Marinho (UFMA), Volker Bittrich (UNICAMP) e Maria do Amaral (UNICAMP).

15/03/2022 09h27, Por Gabriel Gonçalves

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

Acorda Cidade

Pesquisadores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio do Herbário do Recôncavo da Bahia (HURB), descobriram uma nova espécie de planta que se desenvolve na região do Recôncavo: Dichorisandra rhizantha. A averiguação teve colaboração da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A espécie estudada tem sua distribuição geográfica exclusiva na Bahia e possui importância para o ecossistema local, pois é uma espécie que ocorre no interior de matas e em áreas de transição entre Mata Atlântica e Caatinga, como afirma a professora Lidyanne Aona, curadora do Herbário HURB e responsável pela descoberta da nova espécie na Mata da Cazuzinha, em Cruz das Almas.

“Fizemos várias coletas pelo Recôncavo de vários projetos com a flora local. Com isso, conseguimos ‘juntar as peças do quebra-cabeças’ com as coletas que já tínhamos de outros lugares, além do estudo de material herborizado provenientes de herbários brasileiros”, aponta a professora sobre o estudo que já acontece há mais de 10 anos.

Extinção

Por originar-se em regiões urbanas, onde ocorre a interferência humana direta, a espécie apresenta ameaça de extinção, em médio e longo prazo, por estar exposta às queimadas e despejo de lixo no solo. Outro fator para o risco é a necessidade da presença de muitos indivíduos para que ocorra sua polinização e propagação.

Desse modo, as formas mais eficientes para que não ocorra a extinção da espécie recém descoberta são a preservação ambiental, que pode ser promovida pelas gestões de Meio Ambiente municipais e estadual, e a diminuição da interferência humana nas áreas onde a Dichorisandra rhizantha está presente.

Os pesquisadores responsáveis pelo estudo e descoberta são: Lidyanne Aona (UFRB), Everton de Souza (UFRB), Railson de Almeida Júnior (UFRB), Lucas Marinho (UFMA), Volker Bittrich (UNICAMP) e Maria do Amaral (UNICAMP).

Foto: Divulgação/UFRB

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade