Eleições 2020

Partido Novo lança pré-candidato a prefeitura de Feira de Santana

O presidente do diretório estadual do partido Novo, Francisco Calmon, informou que outras cidades da Bahia foram avaliadas, mas que somente Feira de Santana e Salvador vão ter candidato para disputar a sucessão municipal.

23/01/2020 07h29, Por Maylla Nunes

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Daniela Cardoso e Ney Silva

O empresário Carlos Medeiros vai disputar a eleição 2020 para prefeitura de Feira de Santana. Ele foi apresentado por dirigentes do diretório estadual do partido durante um encontro com empresários, lideranças de entidades e pessoas da comunidade na noite de quarta-feira (22) no auditório de um hotel da cidade. O pré-candidato foi empresário no ramo de cervejaria e possui experiência administrativa.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Carlos Medeiros explica como surgiu o convite para ele disputar a eleição em Feira de Santana. “Eu não queria participar de política, era da turma que reclamava, mas nunca tinha tomado uma atitude. Em um determinado momento, resolvi sair da indignação para a ação. Isso ocorreu quando começou a linha de renovação para a política. Então conheci o Partido Novo e fui me apaixonando pelo projeto. É um partido que não usa dinheiro público, que tem o cidadão como foco, que tem processo seletivo para candidatos e assim fui conhecendo os valores do partido e fui crescendo dentro dele”, afirmou.

Com a relação a disputa com candidatos que já são experientes em cargos políticos, Carlos Medeiros disse que não sabe o quanto isso agrega. “Muita gente tem experiência na política e a gente está onde está. Acho que tem espaço para todos. Cada um vai passar suas propostas e o Partido Novo representa uma proposta que quer mudar, que representa o cidadão”, destacou.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

O presidente do diretório estadual do partido Novo, Francisco Calmon, informou que outras cidades da Bahia foram avaliadas, mas que somente Feira de Santana e Salvador vão ter candidato para disputar a sucessão municipal. “A gente já vem estruturando o partido e nesse primeiro ano de campanha municipal escolhemos Feira e Salvador como cidade com nosso foco, pois são cidades com população acima de 300 mil habitantes. A gente precisa crescer de forma orgânica e as cidades que ainda não tem esse núcleo estruturado, terão a medida que os filiados se engajem mais”, disse.

Ele ainda citou o que difere o Partido Novo dos demais partidos. “Na semana passada o presidente Bolsonaro sancionou a verba de 2 milhões de reais para o fundo eleitoral, tirando da saúde, educação. E a grande diferença nossa começa daí, nós somos um partido que não utiliza dinheiro público. Toda nossa estrutura é através da doação dos filiados e apoiadores. Não acreditamos que dinheiro público seja para usar com partido político”, afirmou.

Francisco Calmon informou também que o critério de processo seletivo será adotada para quem for disputar vagas na Câmara Municipal.
 

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade